Desvantagens da Aveia e o seu consumo regular Blog de Fitness, Nutrição, Saúde e Desporto | Blog HSN
Home / Nutrição / Plantas / Desvantagens da Aveia
Desvantagens da Aveia

Desvantagens da Aveia

Como acontece com qualquer produto que por uma via ou outra entra dentro do organismo não é uma excepção à possibilidade de provocar desvantagens da aveia ou algum efeito secundário, pelo que antes de começar um consumo sustentado é muito recomendável se informar bem dos seus possíveis inconvenientes.

Que danos pode provocar a aveia?

Ainda que a avena é um dos cereais cujo consumo está mundialmente mais estendido e as publicações científicas e divulgadas vertem sobre todo tipo de elogios, não devemos baixar a guarda e convém adoptar algumas cautelas, á que algumas opiniões do mundo da nutrição biológica advertem sobre certas considerações a ter em conta na aveia.

Porque provoca inchaço no estômago?

Embora não seja usual em adultos saudáveis, a aveia pode dar origem a algum inchaço gástrico, embora este efeito possa ser causado simplesmente por uma mudança repentina na dieta, passando de comer pouca fibra para comer muita ave sem um estágio de transição. Nesse caso, esse inchaço é normal que é acompanhado por alguma dor na forma de cólicas e flatulências.

Quando acontece este problema, o que deve fazer é baixar a quantidade de aveia consumida e iniciar gradualmente um incremento até alcançar a dose desejada segundo o objetivo que se tenha.

De esta maneira, a flora bacteriana intestinal irá assimilando gradualmente a nova composição de nutrientes que entram na alimentação e chegar a uma situação de equilíbrio.

Mas entre as causas do inchaço do estômago não somente está a inadaptação ao excesso de fibra. As vezes sucede por intolerância as prolaminas, as proteínas da aveia, u simplesmente trata-se de um efeito mais de um transtorno crónico de dispepsia (más digestões).

Entre as dicas que podem ser dadas para evitar isso possível, embora improvável, o efeito colateral é o consumo de uma aveia que foi finamente moída e misturada com enzimas ou enzimas digestivas. Outro é, no caso de o produto preferido ser flocos de aveia, colocá-los em água na noite anterior para amortecer a acidez dos grãos e melhorar as enzimas, buscando assim uma digestão mais leve.

Inchaço do estômago

Acumulação de gases causada por o consumo de aveia

A fibra se comporta como um benfeitor do processo de digestão, mas não é realmente digerido. Ele termina, depois de atravessar o estômago e o intestino delgado, na porção do intestino grosso, o cólon, cujas bactérias (basicamente espécies dos géneros Bacteroides e Bifidobacterium) o quebram com o resultado de gerar uma série de gases: dióxido de carbono e hidrógeno sempre, e às vezes também metano e enxofre. O que acontece é que, quando esses gases são mantidos, se sente um inchaço causado por a sua acumulação. E nesta situação, é muito comum que haja dor abdominal causada pela pressão exercida pela massa de gás nas paredes do estômago e do intestino.

Em relação com este processo, a aveia, ao ter um alto conteúdo de fibra tanto solúvel como insolúvel, é susceptível de provocar acumulação de gases se consume em excesso. De facto, os alimentos ricos em fibra solúvel, tais como a farinha de aveia, gera mais gases que aqueles em cuja composição predomina a insolúvel, como podem ser a sémola de trigo ou arroz integral..

  • Uma muito eficaz é ir incorporando a aveia gradualmente na alimentação e lograr dar o passo de uma ingestão de umas 55 gramas diários de fibra dietética a 85 nuns dez dias, observando assim qual é a resposta do organismo.
  • Outra pode ser molhar a aveia para desnaturalizar um pouco as proteínas mais complicadas de digerir e associar-la para a toma de produtos com enzimas digestivas que podem adquirir-se em tendas especializadas.
  • E uma terceira consiste em, se vê que a produção de gases é inevitável, tomar algum preparado à base de simeticona, que são de venda sem receita e atuam de maneira que fusão as bolhas de gás formadas, no qual minimiza o problema da flatulência.[/checklist]

Quem não deve consumir aveia?

Diabéticos

Este tipo de doentes, os diabéticos, devem adoptar precauções na hora de comer aveia pela sua elevada concentração de hidratos de carbono, no que estas sejam de baixo índice glucémico. Em qualquer caso, se vêm na obrigação de fazer uma abordagem muito afinado de ingestão de hidratos de carbono ao longo do dia, buscando que é possibilidades tem de infiltrar a aveia na dieta para não ter complicações.

Anémicos

A anemia ferropénica, que é a causada pelo deficit de ferro, é um serio obstáculo para o consumo de aveia na apresentação de farelo de aveia, já que este alimento exerce um impedimento para a completa absorção do ferro do tracto intestinal há corrente sanguíneo.

Celíacos

Considera-se que as pessoas celíacas ou intolerantes ao glúten tem vetada a aveia em qualquer das suas apresentações. A aveia mesma assim, geneticamente, carece desta fração proteica tão crítica, mas há de ter-se em conta que na cadeia de manipulação é enormemente complicado que não entre em contacto com restos de outros cereais, pelo que é muito difícil assegurar a inexistência de vestígios de glúten; não deve esquecer que há pessoas intolerantes que reacção adversamente com a ingestão de um miligrama desta substancia.

Apesar disso, há fabricantes que estabelecem um rigoroso controle de rastreabilidade desde a origem até à venda que lhes faz criadores do direito de etiquetar a aveia como livre de glúten; salvo nessa circunstancias, um intolerante deve fugir do consumo de aveia.

O problema da contaminação cruzada com outros cereais exige, para evitar, um protocolo padronizado de medidas de controlo de todo o processo do tratamento tecnológico, para o que muita empresas não esta suficientemente preparadas.

Doentes intestinais

Neste artigo faz referencia as pessoas afetadas de enterocolite, doenças de Crohn ou diverticulite, entre outras patologias, querem devem evitar consumir, em concreto, farelo de aveia, um alimento susceptível de agravar bastante o quadro clínico das mesmas.

Por outro lado, já a margem do que são processos crónicos, estar afetado de um episódio de diarreia ou gastroenterite exige retirar a aveia da dieta até ter superado o problema.

Alergia à aveia

Alérgicos à aveia

A alergia para a aveia consiste numa reacção anómala do sistema imunitário ao desencadernar uma resposta para a proteínas da aveia como se fossem antígeno e e, consequência, substancias capazes de provocar uma infeção no organismo. O que faz colocar em marcha a maquinaria de fabricação dos anti-corpos específicos das alergias, as inmunoglobulinas tipo E, e de histamina, substancia que em grandes quantidades é liberada para a circulação sanguínea levando consigo uma sintomatologia que normalmente se limita a aparato digestivo com irritação da mucosa, dor e inchaço.

A intensidade dessas reações alérgicas contra a aveia pode variar de leve a grave e moderada, de modo que o seu consumo pode tornar-se um grave problema de saúde em pessoas hipersensível a ela.

Intolerantes às proteínas da aveia

Trata-se de uma situação de distinta natureza a anterior, no que podem parecer iguais. A intolerância para a aveia representa uma incapacidade do aparelho digestivo para assimilar e decompor as proteínas que aquela contém. A diferencia da que sucede numa reacção alérgica, aqui o quadro clínico, sendo muito parecido, não devia de uma reacção imunitário se não da carecia genética do paquete de enzimas específicas para degradar essas proteínas.

Artigos Relacionados com o Tema

Como acontece com qualquer produto que por uma via ou outra entra dentro do organismo não é uma excepção à possibilidade de provocar desvantagens da aveia ou algum efeito secundário, pelo que antes de começar um consumo sustentado é muito recomendável se informar bem dos seus possíveis inconvenientes. Que danos pode provocar a aveia? Ainda que a é um dos cereais cujo consumo está mundialmente mais estendido e as publicações científicas e divulgadas vertem sobre todo tipo de elogios, não devemos baixar a guarda e convém adoptar algumas cautelas, á que algumas opiniões do mundo da nutrição biológica advertem sobre certas considerações a ter…
Apreciação desvantagem da aveia

Inchaço do estômago - 100%

Gases - 100%

Quem não deve consumir - 100%

Efetividade - 100%

100%

HSN Evaluação: 5 /5
Confira também
ingredientes lecitina d esoja
Lecitina de Soja – O complemento ideal contra o Colesterol

Índice1 O que é a Lecitina?2 Propriedades e benefícios da Lecitina3 Composição da Lecitina de …

2 comentários
  1. Charles Alves de Oliveira

    Estou com problema com aveia ela está me dando espinha e Mancha pelo corpo consumo 30g por dia mesmo batendo no Liquitificador. O q fazer?

    • Olá, é bastante raro que isto aconteça, o mais recomendável é que deixe de tomar a aveia e veja algumas mudanças favoráveis, do contrário recomendo que acuda ao médico. Cumprimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Gostas do nosso HSNBlog?
HSN Newsletter
Então imagina as promoções da nossa loja.

Deixa-nos os teu e-mail e terás acesso às melhores promoções temos para os nossos clientes


aceito a política de privacidade