Carnosina - Tudo o que deves saber - Rendimento Desportivo Blog de Fitness, Nutrição, Saúde e Desporto | Blog HSN
Home / Suplementos / Rendimento Desportivo / Carnosina – Tudo o que deves saber

Carnosina – Tudo o que deves saber

Índice

A carnosina pode atrasar o envelhecimento da pele e, o que é ainda melhor, pode rejuvenescer as células da pele. Quando falamos de antiage, a maioria de nós pensamos em tratamentos cosméticos caros. Podemos gastar muito dinheiro em cremes que prometem efeitos milagrosos e afinal encontramos resultados dececionantes ou que têm uns efeitos temporários mínimos.

Porque é que a pele das pessoas mais velhas tem uma aparência diferente à dos jovens?

A beleza da pele obedece a um processo que se origina desde o interior para o exterior. Embora possamos melhorar a aparência da pele através da aplicação de cremes de uso externo, não podemos ignorar os tratamentos que abordam o rejuvenescimento da pele desde o interior.

As novas investigações científicas, estão sempre a procurar a maneira de abordar o tratamento da pele desde dentro, analisando os elementos essenciais que causam o processo do envelhecimento, e tentando encontrar soluções baseadas na ciência e não nas meras promessas publicitárias do mundo da cosmética.

Carnosina, um agente antienvelhecimento que atua desde o interior

Uma das razões pelas quais, com a passagem do tempo, a pele perde o seu aspeto firme e juvenil é devido às mudanças que experimentam as Proteínas do corpo humano. As proteínas são as responsáveis do funcionamento de todos os organismos vivos, pelo que quaisquer danos que sofram, afetam tanto as funções corporais, como a aparência externa do corpo.

Muitos resultados das investigações realizadas na última década têm demonstrado que a alteração das proteínas é a principal causa das doenças degenerativas e próprias da velhice. Esta alteração produz-se pela oxidação (devido ao efeito prejudicial dos radicais livres) e pela glicação, que se gera quando a glicose (açúcar) se associa, de forma anormal, com as proteínas.

A carnosina é o suplemento dietético anti-envelhecimento mais importante

É o suplementos dietéticos mais importantes que há atualmente no mercado. Esta substância é um aminoácidos que se produz, de forma natural, no próprio organismo. Foi descoberto há mais de cem anos atrás.

Embora seja utilizado na Rússia há muito tempo, recentemente chamou a atenção dos investigadores de toda a gente, devido ao seu provado efeito anti-envelhecimento.

O que é a carnosina?

Representa o paradoxo da vida: “Os elementos que dão a vida, tais como o oxigénio, a glicose, os lipídos, as proteínas e os metais pesados, são também os que a destroem.”

É uma combinação de dois proteínas, a beta-alanina e a histidina. Gera-se de forma natural nos tecidos do organismo, como os músculos e o cérebro, e a sua concentração diminui com a idade.

Aqui podes ler tudo o que deves saber sobre a Beta-alanina

beta alanina
Incrementa o rendimento em atividades de alta intensidade. Melhora a recuperação do desportista. COMPRAR AO MELHOR PREÇO

Como funciona?

A carnosina é um potente antioxidante que protege o organismo dos efeitos prejudiciais causados pelos radicais livres.

Em primeiro lugar, é um captador de radicais livres, que protege as nossas células dos danos. Utilizada junto com a vitamina E e outros antioxidantes tem um efeito ótimo.

Prolonga a vida das células (protege contra a glicosilação proteica)

Em segundo lugar, a carnosina reduz a degradação das proteínas e do ADN causada por moléculas de açúcar, mediante um processo conhecido como glicosilação. A importância deste processo foi recentemente descoberta.

As combinações anormais dos açúcares e das proteínas são muito tóxicas e contribuem para desencadear doenças relacionadas com a idade, tais como o diabetes, doenças cardíacas, os derrames cerebrais, doença de Alzheimer, demência senil e o envelhecimento da pele. Esta substância pode ajudar a prevenir os danos causados pela glicosilação e libera o organismo de substâncias tóxicas para que funcione de forma ótima.

Radicais livres

Livra o corpo dos metais pesados tóxicos (quelação)

Em terceiro lugar, a carnosina deteta as substâncias tóxicas produzidas pelo metabolismo e elimina-os do corpo. Estabiliza as células e faz com que sejam mais resistentes a qualquer tipo de danos, de modo que se fortalece o sistema imunitário.

Quando se notam os efeitos da carnosina?

Os ensaios clínicos realizados demonstraram que se produzem efeitos tangíveis na aparência da pele e que, após dois meses de tratamento com carnosina, a pessoa experimenta um aumento da energia e da vitalidade.

Outros benefícios da carnosina

Tem outros benefícios sobre o organismo: anti-envelhecimento, rejuvenescimento da pele, aumentar a potência sexual, longevidade e, igualmente, trata e alivia o envelhecimento e a disfunção muscular, as cataratas, diabetes e as doenças cardiovasculares, neurológicas e mentais.

Aumenta a energia e a vitalidade

Durante muitos anos, os atletas e nadadores russos têm vindo a tomar carnosina para aumentar a sua energia e resistência nas competições. Isto permitiu-lhes ganhar vantagem sobre os seus rivais. Muitas pessoas que tomam esta substância descreveram os seus efeitos como um aumento considerável na sua energia diária.

Vitamina E Natural
PVitamina E natural D-Alfa-Tocoferol. MNão sintético. Potente Antioxidante. Ajuda a manter um ótimo nível de saúde. COMPRAR

Importância da carnosina

O interesse sobre esta substância tem aumentado nos últimos anos. Muitos especialistas prevêem que, no futuro, a carnosina será usada como tratamento habitual para todas as pessoas, especialmente para as pessoas com mais de 40 anos.

Nos Estados Unidos e Grã-Bretanha já são recomendados, pelos especialistas em nutrição, os suplementos de carnosina como o melhor tratamento anti-envelhecimento. Não tem efeitos secundários conhecidos, nem é incompatível com outros medicamentos.

As investigações realizadas em laboratórios têm demonstrado os efeitos benéficos no processo da senescência celular (o final do ciclo da vida das células ao dividir-se), onde se verificou que tem a capacidade de rejuvenescer as células quando se aproximam à senescência celular, conseguindo que se restaure o seu funcionamento normal e que a sua vida se prolongue.

O carosina rejuvenesce as células

Ainda que não se conheça o funcionamento exato, sabe-se que neutraliza o processo de envelhecimento das células e os tecidos.

Como suplemento dietético, apresenta-se sob a forma de cápsulas. Não foram observados efeitos secundários e pode ser tomado junto com outros suplementos dietéticos.

Carnosina, farmacologia e bioquímica

É uma substância cem porcento natural. É um dipeptídeo composto por dois aminoácidos (beta-alanil e L-histidina). Muitas vezes denomina-se neuropeptídeo, devido às suas propriedades como protetor cerebral.

Encontra-se nos músculos saudáveis, coração, cérebro, fígado, rins e outros tecidos do organismo. Os músculos contêm cerca de 20 mol/g. Quanto mais carnosina contenham os tecidos e os órgãos, mais longa é a vita útil, já que é um potente captador de radicais livres que evita o envelhecimento celular.

Atua, junto com outros captadores de radicais livres biológicos, tais como a vitamina E, vitamina c, ou zinco e o selénio, para reduzir o envelhecimento dos tecidos. As pessoas com uma deficiência moderada de vitamina E devem aumentar os seus níveis de carnosina. Os estudos epidemiológicos realizados em todo o mundo revelaram que grande parte da população tem uma falta de vitamina E.

No corpo humano, a síntese desta substância forma-se pelos aminoácidos alanina e histidina. Esta reação acontece principalmente no cérebro e nos músculos. Outro grupo de enzimas chamadas dipeptidases ou carnosinase, produzem-se no sangue e outros tecidos.

Vitamina C
500mg por Cápsula. Com bioflavonoides cítricos. Efeito antioxidante. Potencia o sistema imune. Intervém na produç4ao de colagénio. COMPRAR

Carnosina na alimentação

Na alimentação, a principal fonte encontra-se na carne. Utilizada com fins terapêuticos, requerem-se doses elevadas de carnosina, porque ao chegar ao corpo decompõe-se, de forma natural, pela enzima carnosinase. Com um fornecimento na alimentação de 30 a 70% (dependendo da quantidade de aminoácidos dos diferentes tipos de carne), corresponde a uma dose de suplemento dietético de L-carnosina pura de 70%.

Grande parte da assimilação ocorre no intestino delgado, desde onde é transportado para os músculos, cérebro e outros tecidos. O plasma humano, não contém quantidades detetáveis, ou seja, não se pode analisar o seu conteúdo nem a sua deficiência no organismo por meio de uma análise de sangue.

O plasma do cavalo tem aproximadamente 100 mol/L de carnosina e, ao contrário do que acontece com os seres humanos, o seu conteúdo si é detetável no sangue. Quando um cavalo tem lesões musculares, a quantidade no plasma aumenta, e, graças a isso, este indicador pode ser usado para detetar e diagnosticar as lesões musculares nos cavalos.

Carne vermelha carnosina

Funções biológicas da carnosina

  • Trava os efeitos prejudiciais do ácido láctico nos músculos (graças a isto o pH mantém-se nos seus níveis ótimos, mesmo durante o treino intensivo)
  • Tem efeitos antioxidantes muito potentes, que protegem múltiplos órgãos e tecidos
  • Elimina os radicais livres e desativa o dano oxidativo das células
  • Previne contra o processo de glicação
  • Funciona como um neurotransmissor
  • Proteção contra proteasomas
  • Ataca os aldeídos reativos
  • Intervém na quelação ou eliminação dos metais pesados
  • Tem um efeito preventivo contra a carbonilação de proteínas

Resumo das propriedades

A carnosina não só ataca os aldeídos reativos, senão que também elimina os resíduos tóxicos do organismo (como as proteínas danificadas, os açúcares e os fosfolipídios desacoplados) e atua como fator-chave na construção de novas, estruturas celulares, muito mais robustas.

Como suplemento dietético, contribui para controlar muitas patologias, tais como o diabetes, aterosclerose, doença de Alzheimer, Parkinson, epilepsia, autismo, dislexia, ADHD, esquizofrenia e outras síndromes, tal como veremos a seguir.

O cobre e o zinco são liberados durante a atividade sináptica normal. Em condições ligeiramente ácidas, típicas da doença de Alzheimer, reduzem as suas formas iónicas e são tóxicos para o sistema nervoso. As investigações clínicas demonstraram que pode amortecer a toxicidade do cobre e do zinco no cérebro.

Nos estudos clínicos realizados in vitro (em tubo de ensaio) foi demonstrado que impede a glicação não enzimática e a reticulação das proteínas produzidas pelos aldeídos reativos, incluindo a aldose, cetose, açúcares, triose glicolítica e malondialdeído (MDA).

A carnosina também previne contra a glicosilação avançada produzida pelo MDA e a formação de ligações cruzadas de ADN, resultantes do acetaldeído e do formaldeído.

Zinco Quelado
Fórmula da máxima biodisponibilidade. 25mg de Zinco por cada cápsula vegetal. Evita qualquer síntoma de deficiência deste mineral. COMPRAR

História da carnosina, a sua descoberta e evolução

Foi descoberta no século XX pelo cientista russo WS Gulewich, que também estabeleceu a sua estrutura. A carnosina é o exemplo mais simples dos peptídeos biologicamente ativos (na realidade, dipéptido) e abre a longa lista dos reguladores naturais das proteínas no metabolismo.

As primeiras décadas foram dedicadas ao estudo da estrutura, distribuição e propriedades. Deste modo, descobriu-se que está diretamente conectada com o funcionamento dos tecidos mais sensíveis, como os músculos e o cérebro.

Em 1953, outro cientista russo, S.E. Severin, descobriu a sua eficácia para reduzir o ácido láctico, que causa fadiga, quando se realiza musculação ou um treino intensivo. Como resultado, aumenta o rendimento e a resistência muscular.

Quando o ácido lático se acumula nos músculos, diminui o seu pH e os músculos cansam-se. Se fornecemos carnosina ao organismo, os músculos recuperam-se quase de imediato e contraem-se, como se nunca se tivessem esgotado. Isto é conhecido como “Fenómeno Severin”.

Se praticas desporto, como o atletismo por exemplo, saberás que a fadiga reduz significativamente o energizantes naturais, pelo que entenderás a grande importância que tem tomar suplementos dietéticos nas competições e eventos desportivos.

O interesse generalizado nesta substância natural aumentou recentemente, devido às últimas descobertas, que demonstraram o poderoso efeito anti-envelhecimento. Ainda que conheçamos a carnosina desde há quase um século, as suas propriedades anti-envelhecimento não tinham sido estudadas detalhadamente até agora.

Os resultados das investigações mais surpreendente, procedem de um estudo clínico realizado nos Estados Unidos no ano 2002 pela equipa do Dr. Michael Chez, que demonstrou os efeitos surpreendentes da carnosina em crianças autistas. Este estudo pode ser consultado no banco de dados MEDLINE, juntamente com outros nove estudos publicados sobre esta substância

História da carnosina como medicina e suplemento dietético

Tem uma ampla gama de aplicações terapêuticas. Os seus efeitos já foram reconhecidos no tratamento da artrite precoce em 1935. Tem a notável capacidade de atrasar os processos celulares e enzimáticos quando se produzem excessivamente rápido e de os acelerar quando vão demasiado lentos.

Os estudos recentes também demonstraram que uma combinação de zinco e carnosina protege o revestimento do estômago contra diversos estimulantes e previne o aparecimento de úlceras. Por exemplo, a carnosina estabiliza a coagulação das plaquetas nos pacientes com tendência a uma coagulação anormal.

Tem efeitos protetores sobre as membranas celulares do sangue e prolonga a sua sobrevivência. Também estabiliza a membrana celular e protege-a contra a anemia hemolítica induzida quimicamente.

Cápsula Vitamina A

Resumo dos benefícios

  • É uma substância totalmente segura que podemos encontrar, de forma natural, no próprio organismo e nos alimentos
  • Realiza uma excelente proteção dos cromossomas contra o dano oxidativo
  • É um captador de radicais livres muito versátil e um captador aldeído
  • Combate a glicação de maneira natural e eficaz
  • Suprime a peroxidação lipídica
  • Intercepta o hidroxilo, o superóxido e os radicais de peroxil
  • Evitar a formação de AGEs
  • Protege as proteínas contra a toxicidade dos AGEs
  • Protege as proteínas das reticulações
  • É um elemento multifuncional e protege os fosfolipídios
  • Protege contra a formação de carbonilos proteicos, o indicador do danos nas proteínas
  • Evita os danos das proteínas, com a proteção dos proteasomas
  • É benéfico em pacientes com distúrbios do espectro autista
  • Ajuda a manter o nível normal das proteínas
  • Prolonga um 20% a vida dos ratos com envelhecimento acelerado
  • Protege as células do cérebro da excitotoxicidade
  • Protege as proteínas e a bioquímica do cérebro
  • Controla as funções bioquímicas do cérebro
  • Aumenta a vida das células
  • Protege o cérebro de doenças que levam a uma produção excessiva de radicais livres
  • Protege contra a toxicidade dos metais pesados
  • Protege o cérebro, de forma natural, da toxicidade do cobre e do zinco
  • Melhora consideravelmente o comportamento e a aparência dos ratos de idade avançada
  • Rejuvenesce as células humanas senis em cultivo
  • Restaura células que se aproximam à senescência
  • Tem efeitos quelantes sobre o cobre e zinco
  • Previne e alivia o Alzheimer
  • Previne a formação das placas beta-amilóides, que causam o Alzheimer

Propriedades da carnosina como superpéptido

É um neuropéptido dos aminoácidos de alanina e histidina (beta-alanil-L-histidina). Produz-se de forma natural no corpo humano e encontra-se no cérebro, nos tecidos inervados, no cristalino dos olhos e no tecido muscular do esqueleto humano.

Em estudos realizados em laboratório foi demonstrado que protege as células contra o Stress Oxidativo e Treinamento, reforça a resistência contra o esgotamento funcional e diminui as especificidades da velhice.

beta alanina
Incrementa o rendimento em atividades de alta intensidade. Melhora a recuperação do desportista. COMPRAR AO MELHOR PREÇO

Os mecanismos de proteção têm os seguintes efeitos:

  • Buffer de protões (manutenção do equilíbrop do pH nos músculos durante o treino intensivo)
  • Quelação dos metais pesados (especialmente do cobre e zinco)
  • Para os efeitos dos radicais livres e das moléculas de açúcar ativas (previne a glicação e a carbonilação de proteínas)
  • Evita a modificação das biomoléculas e o stresse oxidativo
  • Concentrações fisiológicas (20-30 micromoles ou MM)
  • Prolonga a vida dos fibroblastos humanos in vitro e reduz os processos da senescência (envelhecimento). Em animais de laboratório, melhora a sua aparência e esperança de vida.

Ajuda a tratar as doenças relacionadas com a idade, entre as que se incluem:

  • Perda de massa muscular
  • Degeneração neurológica (Alzheimer, Parkinson, epilepsia, depressão, esquizofrenia, deterioro cognitivo leve, demência e acidente vascular cerebral)
  • Transtornos do espectro do autismo, síndrome de Asperger, TDAH e dislexia senescência celular (envelhecimento)
  • A reticulação da lente do olho (cataratas)
  • Estabelecimento de uma rede de colagénio da pele (envelhecimento da pele)
  • Glicação avançada (AGE)
  • Aumento das proteínas danificadas
  • Perda de massa muscular
  • Problemas de circulação no cérebro (acidente vascular cerebral)
  • Doenças cardiovasculares
  • Diabetes e suas complicações

O uso da carnosina como suplemento dietético multi-funcional é relativamente novo. O seu extraordinário poder fisiológico como superantioxidante 100% natural tem inúmeras funções biológicas, incluindo:

  • O seu efeito antioxidante, universal e versátil
  • Ajuda a dar vitalidade aos músculos
  • Aumenta a força muscular e a resistência à fadiga
  • Favorece a recuperação mais rápida depois dos sprints
  • Previne o dano celular causado pelo álcool

Efeitos secundários

A carnosina não tem efeitos secundários conhecidos. Não é tóxica para o organismo.

Carnosina, o caçador de radicais livres mais completo e eficaz

É um caçador de radicais livres que estabiliza a membrana das células e protege-as. Especificamente, evita a peroxidação causada pelos radicais livres no interior da membrana celular.

Muitos antioxidantes (como as vitaminas E e C) têm como objetivo impedir que os radicais livres penetrem nos tecidos, mas depois de que se tenha quebrado essa primeira camada de proteção, já não podem impedir que os radicais livres causam o dano oxidativo nas células.

Não tem só essa primeira função de prevenção, senão que também atua quando os radicais livres e outros elementos perigosos, como os peróxidos lipídicos, já se tenham penetrado nos tecidos. Neste sentido, a carnosina é muito mais potente, eficaz e completa, porque protege todas as células do organismo, também nessa “segunda fase”.

A peroxidação lipídica é uma reacção pela qual os lípidos se degradam e pode produzir malondialdeído ou MDA, uma substância que é muito perigosa se não for controlada, uma vez que pode danificar as enzimas e o ADN, provocando o aparecimento da aterosclerose, artrite, cataratas e a velhice geral.

Responde diante o MDA desativando os seus efeitos nocivos e protegendo as células e as moléculas das proteínas do stresse oxidativo. A carnosina recciona quimicamente contra todos os ataques reativos do oxigénio, evitando assim o stresse oxidativo.

Uma propriedade antioxidante bastante incomum é a sua capacidade para reduzir os níveis das substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS).

Protege o funcionamento dos principais blocos estruturais do organismo – células, ADN e lípidos – e consegue que permaneçam mais tempo em perfeitas condições, pelo que favorece a longevidade.

Evowhey 2.0
Nova fórmula Melhorada! Concentrado de Proteína de Soro de máxima qualidade. Agora com mais quantidade de proteínas por serviço. Sem lecitina de soja. MAIS INFORMAÇÃO!

Uma defesa essencial

A função consiste em proteger todos os tecidos do organismo da oxidação. Quando se produz o stress oxidativo, reduzem-se os níveis no corpo. Isto aumenta a mortalidade dos idosos depois de eventos stressantes. Por este motivo, ter a defesa de um antioxidante é essencial para a saúde, particularmente no caso dos idosos.

É a solução completa para evitar o envelhecimento celular e é muito mais eficaz que muitos dos medicamentos que tomamos diariamente. Além disso, as propriedades anti-envelhecimento da carnosina vão muito além do seu poderoso poder antioxidante, como te explicamos a seguir.

A carnosina e as suas propriedades na quelação dos metais pesados

Muitos investigadores chegaram à conclusão de que os efeitos positivos sobre a saúde, pelo menos em parte, devem-se aos seus efeitos de quelação dos metais pesados do organismo.

Tempo e carnosina

O que significa quelação em palavras simples?

O termo “quelato” vem da palavra “chele”, que em grego significa “garra” e refere-se à capacidade de uma substância para eliminar o excesso de metais pesados (tóxicos) depositados nas células e na corrente sanguínea, favorecendo a sua expulsão através do fígado e dos rins.

O processo de quelação realiza-se normalmente pela administração de diversas substâncias intravenosas que contêm EDTA dissódico e penicilina. A quelação utiliza-se tradicionalmente na medicina do trabalho, para eliminar do corpo os metais pesados tóxicos, como o chumbo.

Tanto na medicina do trabalho como na tradicional, não existe nenhum tratamento alternativo à quelação. A quelação também se utiliza em clínicas privadas, como auxiliar para o tratamento de outras doenças diferentes à intoxicação com metais pesados, já que produz os seguintes benefícios:

  • Alargar as paredes das artérias estreitadas
  • Reduzir a pressão arterial elevada
  • Eliminar os metais pesados e tóxicos do corpo
  • Melhorar o fluxo de sangue do coração, cérebro, pernas e todos os órgãos
  • Reduzir os radicais livres
  • Aliviar a dor das extremidades
  • Melhorar a absorção do oxigénio nas células
  • Aumentar a elasticidade dos vasos sanguíneos
  • Melhorar a memória
  • Melhorar o funcionamento das enzimas

As vacinas, o mercúrio e a carnosina

Em relação à vacinação, o processo da quelação que causa a carnosina pode ser crucial, já que elimina de forma natural o mercúrio orgânico (tiomersal ou timerosal) contido nas vacinas.

O mercúrio orgânico está incluído na maioria das vacinas como conservante antimicrobacteriano, embora esteja reconhecido como uma substância tóxica desde a década dos anos trinta, uma vez que ataca o sistema nervoso central.

Devido a isto, recomenda-se, tanto em adultos como em crianças que foram vacinados, a ingestão de carnosina, logo que seja possível, para eliminar do corpo o timerosal tóxicos das vacinas.

A aterosclerose e o seu tratamento através da quelação com EDTA

A quelação tornou-se no tratamento “alternativo”, com a descoberta de que o EDTA é eficaz na eliminação dos metais pesados e das substâncias tóxicas depositadas no sangue. Alguns investigadores acreditam que com a utilização deste método se pode eliminar a placa depositada nas paredes arteriais.

O primeira vez que se recomendou o tratamento de EDTA para combater a aterosclerose foi em 1956, quando Clarke e Mosher descobriram que as pessoas que sofrem a doença arterial periférica oclusiva, se sentem melhor depois de ter sido tratadas com EDTA.

Carnosina e quelação: resumo

É um suplemento dietético que oferece as mesmas propriedades quelantes que o EDTA, com um simples tratamento oral, muito mais confortável e barato. Tem a capacidade de eliminar do organismo os metais oxidantes, tais como o cobre e o zinco; e os metais pesados e tóxicos, como o chumbo, mercúrio, cádmio e níquel.

Zinco Quelado
Fórmula da máxima biodisponibilidade. 25mg de Zinco por cada cápsula vegetal. Evita qualquer síntoma de deficiência deste mineral. COMPRAR

A carnosina e o anti-envelhecimento (prevenção da glicação)

Previne o processo da glicação (idade), pelo que é muito útil para a prevenção e o tratamento do diabetes, cataratas, doenças nervosas, arteriosclerose e a insuficiência renal.

As últimas investigações clínicas demonstraram que o efeito mais importante da carnosina é a sua eficácia contra a glicação, pelo que também é útil para as pessoas de todas as idades, uma vez que evita, em geral, o processo do envelhecimento.

O que é a glicação?

Vamos tentar explicar-te este processo de uma forma simples.

  • Cada segundo, acontece no nosso organismo um processo destrutivo chamado “glicação”.
  • A glicação origina-se quando a molécula de uma proteína é modificada por uma molécula de glucose (açúcar), produzindo uma reação prejudicial que não tem qualquer utilidade para o organismo.
  • A glicação modifica a estrutura das proteínas e reduz a sua actividade biológica normal.
  • As proteínas que tenham sofrido o processo da glicação acumulam-se no tecido afetado e causam as doenças. A maioria das doenças relacionadas com a idade, tais como o endurecimento das artérias, o risco cardiovascular, as cataratas e as alterações neurológicas são devidas, pelo menos em parte, à glicação.

Carnosina, anti-glicación

A carnosina impede que se produza a glicação e, também, desempenha um papel essencial para eliminar as proteínas que já tenham sofrido o processo da glicação e não são úteis para o organismo. Conecta com a molécula danificada e elimina-as das células.

A glicação, conhecida em bioquímica como a reação de Maillard, ocorre entre as proteínas e a glicose e está reconhecida como uma das causas mais importantes do processo do envelhecimento e, possivelmente, como um dos desencadeantes do aparecimento do cancro e das complicações do diabetes. A glicose fornece combustível para que se produza a glicação. A combinação prejudicial de proteína / glucose, depois de vários passos, dá origem à oxidação e à glicação avançada, denominada AGEs.

Uma vez que se formem os AGEs, interagem com as proteínas vizinhas e formam reticulações patológicas que endurecem os tecidos. Especula-se que nenhuma outra molécula tem efeitos tão tóxicos sobre as proteínas como as substâncias finais da glicação avançada. No caso dos diabéticos as quantidades excessivas de AGEs produzem-se antes que no caso dos não-diabéticos.

Este processo altera o funcionamento normal dos órgãos e endurece rapidamente as artérias, especialmente nas pessoas diabéticas.

AGEs, creador de radicais livres

Os AGEs (glicação avançada) produzem nas células uma reação de dano em cadeia. Uma das consequências mais prejudiciais dos produtos AGEs é um aumento, de mais de 50%, na formação de radicais livres. Tal como no diabetes provoca o envelhecimento acelerado, também produz, em todos os casos, o endurecimento das artérias, danos na retina e o cristalino ocular e o ataque aos rins e nervos periféricos.

A glicação provoca o dano glomerular e a inflamação dos rins. A glicação também pode causar cataratas (uma complicação do diabetes). Através dos inibidores da glicação, como a carnosina e o piruvato de cálcio, podem-se evitar estes danos. Além disso, a ingestão de inibidores da glicosilação permite que as pessoas evitem muitos dos problemas que causa o envelhecimento.

Dado que a estrutura da carnosina é semelhante à dos elementos atacados pela glicação, pode desempenhar a sua função de proteção contra a glicação. Além disso, também favorece a eliminação das proteínas danificadas que são desnecessárias e prejudiciais para o organismo.

Devido aos seus efeitos contra a glicação, é muito útil para a prevenção e tratamento do diabetes e suas complicações, como podem ser as cataratas, a arteriosclerose, as doenças nervosas e a insuficiência renal. É ainda muito eficaz para todos em geral, porque os produtos AGEs (glicação avançada) produzem o envelhecimento, ainda que de forma mais lenta que no caso dos diabéticos.

Porque é que o aspeto dos idosos é tão distinto ao das pessoas jovens?

À medida que vamos envelhecendo a nossa aparência externa vai mudando. Isto é devido à alteração que se produz nas proteínas do organismo. As proteínas são as substâncias básicas responsáveis do funcionamento dos seres vivos. Como resultado, a degradação de proteínas têm um efeito transcendental no aspeto corporal.

Os estudos clínicos realizados nos últimos dez anos, descobriram que as alterações experimentadas pelas proteínas são a razão pela qual se produz o envelhecimento e as doenças degenerativas. Estas mudanças são o resultado da oxidação de (pelos radicais livres) e dos processos relacionados com a glicação.

O nosso corpo está composto principalmente de proteínas. Dado que o organismo não pode proteger-se completamente do stresse oxidativo, da glicação, nem da carbonilação, as proteínas do nosso corpo vão-se destruindo pouco a pouco à medida que envelhecemos. Por outras palavras, os grupos carbonilo (> C = O) ligam-se às moléculas das proteínas (e fosfolípidos), e o resultado é a degradação das proteínas (proteólise).

A carbonilação dsa proteínas desencadeia um processo tóxico que leva à morte celular e ao envelhecimento.

A constante degradação das proteínas (proteólise) provoca a oxidação, a carbonilação, a reticulação, a glicação e, finalmente, a glicação avançada (AGE). Este envelhecimento das proteínas e das células também afeta ao aspeto exterior, como o envelhecimento da pele, as cataratas e os sintomas associados com as doenças neurodegenerativas, tais como a perda da memória e a demência.

Um grande número de estudos científicos publicados por investigadores de todo o mundo, mostram que a carnosina é eficaz contra todas estas formas de degradação das proteínas.

Está relacionada com o grupo carbonilo e forma uma ligação proteína-carbonil-carnosina, protegendo, assim, as proteína e impedindo a sua degradação.

Porque é que tem efeitos protetores?

A carnosina simplesmente restabelece o funcionamento normal do ciclo celular.

  • Para entender o funcionamento, podemos comparar o processo de envelhecimento celular com o de um motor cujo óleo não se muda como regularidade.
  • Quando o óleo do motor se esgota, o motor acaba por encher-se de lama e sujidade, impedindo o seu correto funcionamento até que, finalmente, acaba por partir-se.
  • Quando as substâncias nocivas, semelhantes à lama do motor, se acumulam nas proteínas, o seu ciclo celular obstrue-se. Isto impede o funcionamento normal da divisão celular e, o que é ainda pior, a reprodução normal das células danificadas.
  • Como resultado, produz-se a instabilidade cromossómica, o que leva à degeneração celular, que pode desencadear o cancro. Outra consequência é o declínio celular.
  • Em suma, a carbonilação das proteínas pode conduzir potencialmente ao desenvolvimento de futuras doenças.
  • Garante que as nossas proteínas permaneçam saudáveis e que se renovem de forma segura.

Foi demonstrado que é um captador de radicais livres muito superior ao de outros captadores de radicais livres tradicionais, como a vitamina E e o selénio, que não são tão eficazes como se acreditava no passado e que nem pode travar a glicação e a carbonilação, como o faz a carnosina.

Os antioxidantes, sem dúvida nenhuma, desempenham uma função bioquímica importante como prevenção dos danos que causa o stress oxidativo. No entanto, espera que os catadores de radicais livres tradicionais (como a vitamina E e o selénio) protejam as proteínas de qualquer tipo de dano oxidativo. É como tentar construir uma casa sozinho com uma chave de fenda, uma ferramenta que é muito importante, mas que não pode fazer a função do resto das ferramentas necessárias.

Evowhey 2.0
Nova fórmula Melhorada! Concentrado de Proteína de Soro de máxima qualidade. Agora com mais quantidade de proteínas por serviço. Sem lecitina de soja. MAIS INFORMAÇÃO!

Protector das proteínas do organismo

Ao contrário do que acontece com os antioxidantes tradicionais, é a ferramenta de uso múltiplo que a natureza nos proporciona para proteger as proteínas de diversos fatores que contribuem para a degradação das proteínas no organismo.

Não só protege as células contra a sua deterioração, senão que, além disso, ainda protege o organismo dos resto de processos tóxicos secundários que podem desencadear o oxigénio, os açúcares, os lípidos e os metais pesados. Ainda que não podemos viver sem estes elementos bioquímicos, a ciência da nutrição proporciona-nos, atualmente, os conhecimentos necessários para controlar os seus efeitos secundários nocivos.

Protetor de proteínas

As proteínas não são as únicas moléculas que se degradam pela carbonilação, também os fosfolípidos são afetados. A carbonilação dos fosfolípidos prejudica principalmente o sistema nervoso central e periférico e desencadeia lapsos de memória e outros problemas cognitivos.

Combate também a carbonilação dos fosfolipídios, o que converte o dipeptídeo da carnosina num potente neuroprotetor do organismo.

No que diz respeito aos desportos e ao culturismo, favorece a desintoxicação dos aldeídos reativos causadas pela peroxidação dos lípidos, que se formam nos músculos durante o treino físico intenso. Isto significa que a carnosina protege os músculos de uma lesão, evita a fadiga, aumenta a força muscular e acelera significativamente o tempo de recuperação depois do treino e da prática de exercício físico.

beta alanina
Incrementa o rendimento em atividades de alta intensidade. Melhora a recuperação do desportista. COMPRAR AO MELHOR PREÇO

Artigos Relacionados à temática:

A carnosina pode atrasar o envelhecimento da pele e, o que é ainda melhor, pode rejuvenescer as células da pele. Quando falamos de antiage, a maioria de nós pensamos em tratamentos cosméticos caros. Podemos gastar muito dinheiro em cremes que prometem efeitos milagrosos e afinal encontramos resultados dececionantes ou que têm uns efeitos temporários mínimos. Porque é que a pele das pessoas mais velhas tem uma aparência diferente à dos jovens? A beleza da pele obedece a um processo que se origina desde o interior para o exterior. Embora possamos melhorar a aparência da pele através da aplicação de cremes de…

Apreciação Carnosina

Eficácia - 100%

Antienvelhecimento - 100%

Maior energia - 100%

Protetor - 100%

100%

HSN Evaluação: 5 /5

Check Also

Creatina, tudo o que deves saber

Índice1 Creatina a Melhor Ajuda Desportiva2 Qual é a função da Creatina?3 A quem recomenda-se …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Gostas do nosso HSNBlog?

Então imagina as promoções da nossa loja.

Deixa-nos os teu e-mail e terás acesso às melhores promoções temos para os nossos clientes


aceito a política de privacidade


Não obrigado, não quero aproveitar as promoções