Inositol - Benefícios para SOP, Alimentos e Efeitos Secundários Blog de Fitness, Nutrição, Saúde e Desporto | Blog HSN
Home / Nutrição / Vitaminas / Inositol – Conhece os benefícios para o organismo da vitamina B8
Inositol – Conhece os benefícios para o organismo da vitamina B8

Inositol – Conhece os benefícios para o organismo da vitamina B8

O inositol é um hidrato de carbono de estrutura cíclica e quase ubíquo dentro do organismo humano. Encontramos presente na imensa maioria das células. Conheçe-se também como Vitamina B8

O que é Inositol?

Dentro das categorias dos diferentes nutrientes que integram os chamados princípios imediatos, o inositol comparte sua categoria, de hidrato de carbono com a de vitamina do grupo B, identificando em concreto como B8.

Um elemento orgânico que podemos tiraramos da sua riqueza desta substancia é a leite materna. Faz que seja a prova indiscutível da necessidade inata do recém nascido de receber um aporte regular da mesma.

Considera-se uma substancia com atividade nutricional. Exerce diferentes efeitos biológicos trás sua entrada na corrente circulatória uma vez absorvida no sistema intestinal. Más, em contraste com o resto das vitaminas. Nos adultos não se outorga um carácter essencial devido a capacidade do organismo de sintetizar desde a molécula da glicose.

Muitos compostos químicos aparecem na natureza baixo formas que diferenciam muito ligeiramente na estrutura da sua molécula: são os chamados isómeros.

Presentação molecular

São nove suas possíveis presentações, que só mudam na disposição de algum dos seus átomos. Mais detalhadamente, nas ordenações dos grupos de hidrogénio e OH em torno dos átomos de carbono que configuram sua estrutura anilar.inositol

 

De todas, a que engloba uma ampla maioria é o mioinositol. É o que esta intimamente associado ao sistema nervoso dos mamíferos (incluído o ser humano). Além disso de algumas outras localizações.

De todos os isómeros isométricos (nome técnico que recebem), só quatro presentam de forma espontânea na natureza. São os demais produtos de síntese de laboratório; trata do D-inositol, o L-inositol, o mioinositol e o esciloinositol ou esciclitol

Propriedades do inositol

Uma característica que resulta bastante relevante no âmbito do metabolismo associado ao inositol é que o organismo humano está programado para levar a cabo sua síntese. Os principais tecidos onde se da essa sínteses são na mucosa intestinal, no sistema nervoso central, no fígado e nos rins.

Encontra-se quase na totalidade das células do organismo. Trata-se de uma substancia que integra a estrutura molecular dos fosfolípidos, compostos gordos de importância capital na arquitectura de da membrana celular. Com especial destaco neuronas ou células nervosas.inositol depressão

Participação na organização dos tecidos:

É fundamental sua existência para a transmissão do impulso nervoso e para a síntese de neurotransmissores

Desta propriedade encontramos um amplo e nutrido catálogo de processos patológicos ligados ao sistema nervoso que podem prevenir com uma adequada ingestão e síntese interna de inositol:

  • Depressão
  • Transtorno bipolar
  • Transtorno obsessivo-compulsivo
  • Anorexia e bulimia
  • A agorafobia ou temor aos espacios abertos, assim como a claustrofobia
  • E incluso o deficit de atenção associado a hiperatividade
  • Tem influencia na qualidade do sono, o mantimento de um elevado estado de ánimo, os estados de ansiedade e o stress

Demonstraram que os níveis de inositol no líquido cefalorraquídeo (o que banha interiormente o sistema nervoso central) das pessoas depressivas (como das outras citadas) são apreciávelmente escassos. Ao parecer, é a dependencia entre o inositol e a síntese do neurotransmissor serotonina o que repercute no desencadeamento de uma depressão.

inositol colesterol

Reduzir a taxa de colesterol em casa

Combinando com a colina.

Desempenha uma função lipotrópica no fígado

E um elemento importante na mobilização dasgorduras (também em conjunto com a colina). Impide o depósito de lípidos no fígado e, por contra, promove seu transporte ate as células dos tecidos onde é necessária sua presencia

Intervém na estimulação da musculatura lisa do trato gastrointestinal

Contribui para regular o peristaltismo ou motilidade intestinal e, em consequência, combater a prisão de ventre.

É um colaborador necessário, devido a sua condição de vitamina, na actividade enzimática de muitas reações bioquímicas do metabolismo

  • Vista, pele e cabelo
  • Boa digestão e bom estado do aparelho digestivo
  • Normalidade na formação das células da medula óssea indispensável para a circulação sanguínea e o sistema imunitário

soporte visão

 

O inositol como o mecanismo do segundo mensageiro

O inositol tem uma estrutura molecular para transitar com facilidade entre o exterior e o interior das células. A característica que é determinante para entender sua relevância nas funções vitais. Em base a isto, adopta o mecanismo chamado “do segundo mensageiro”, cuja essência é a resposta intracelular da molécula de inositol a presencia de uma hormona específica. Como consequente de isto,entrada em funcionamento numa avalancha de reações bioquímicas que materializam um efeito fisiológico preciso.

Para a organização e especialização das células em tecidos e órgãos. É imprescindível uma rede de comunicações cujo controle encontra-se os fenómenos de multiplicação celular e coordinação de todas as atividades desenvolvidas por elas.

No esquema de trabalho de qualquer dos múltiplos sistemas de comunicação que dão vida ao organismo, tudo começa com um primeiro sinal que recebe o nome de primeiro mensageiro e que pode ser uma hormona, um ‘releasing’ fator do hipotálamo (glândula vital no em encéfalo), um fator de crescimento, etc.

 

Este primeiro mensageiro é liberado no meio extracelular e movido pelos chamados tactismos (estímulos específicos), até entrar no contato químico. E na membrana plasmática da célula, por um receptor da membrana de alta especificidade que o identifica igual fechadura com a sua chave. E a partir de aqui é quando dão começo aos fenómenos bioquímicos responsáveis da função vital de que trata em cada caso. Tanto a nível da membrana como dos órgãos contidos no citoplasma da célula.

Mioinositol e diacilglicerol

Entre estes receptores, há um de grande relevância que utiliza as chamadas proteínas G, as quais estão unidas a umas bases nitrogenadas chamadas guaninas (das que integram o ADN). Controlam a libertação de dois novos mensageiros intra celulares, nos segundos mensageiros, que são o mioinositol e o diacilglicerol e ocupam o último eslabón da cadeia de comunicação imediatamente anterior a manifestação do efeito fisiológico.

Talvez o fator más determinante no exito dos efeitos terapéuticos do inositol seja sua capacidade de dar suporte aos neurotransmissores derivada, ao mesmo tempo, da sua aptitude para intervenir indirectamente no sistema nervoso central, sem verse implicado na iteração alguma com os receptores cerebrais
células transporte inositol

Como desempenha a tarefa

Um dos seus métodos consiste na regulação do calcio conteúdo dentro das células, quando o inositol trifosfato projeta sobre um órgão do citoplasma da célula chamado retículo endoplasmático, dentro do qual facilita a libertação das reservas de calcio, que é um efeito dominó activa dos neurotransmissores. Por outro lado, o inositol atúa como um regulador da ósmossis (uma permeabilidade inata do recobrimento celular), facilitando o movimento de água e os elementos em dissolução a través da membrana.

Outro bom exemplo das mudanças significativos que o inositol promove no organismo é a resposta a libertação da insulina desde as ilhotas de Langerghans do pâncreas, um canal fisiológico no qual comporta como agente sensibilizador de certa hormona.

De facto,as pessoas que padecem diabetes de tipo 2 vem modificada na quantidade de eliminação de inositol através da urina

Síndrome metabólico

Esta muito vinculado as mudanças na resistência da insulina chamado síndrome metabólico, onde o inositol também assume protagonismo evitando algumas das alterações que o integram, como a obesidade ou a hiperlipidemia (elevada taxa de gorduras no sangue).

Em concreto, chegou-se a uma redução do 20% nas LDL, já que indica um bom controle da predisposição ao síndrome metabólico, pela sua condição de um fator de risco das doenças cardiovasculares

A abundância de inositol no sistema nervoso central esta de manifesto em numerosos estudos destinados a identificar detalhadamente o papel do inositol em varias síndromes, dos quais obtuvo a descoberta de que um prolongado deficit de inositol celular pode degenerar na aparição de desordens neurológicos de considerável gravidade, entre os quais nos centraremos em dois deles.inositol alzheimer

Benefícios do inositol

Alzheimer

É um falho neuronal provocado por uma degeneração do tecido nervoso.

Este transtorno significa por uma irregular sinalização neuronal, sobre a qual existem dados científicos na linha de afirmar que o inositol pode ajudar  corregir até em casos onde a evolução do processo degenerativo a corroído a capacidade fisiológica próprias das células.

Patologia amiloide

O esciloinositol destaca pelo seu potencial para estabilizar os depósitos de grupos reduzidos de moléculas de uma sustancia de natureza glucoproteica denominada β-amiloide, muito associada a diferentes processos de degeneração repartidos pelo organismo.

Em concreto, nos centraremos na ação que desplega no hipocampo, uma prominencia que encontra no interior do cérebro directamente vinculado a  memoria e a orientação espacial e cujo deterioro parece ser determinante na sintomatologia da doença do Alzheimer, como revelou um trabalho de investigação clínica que prolongou durante um ano e meio com pacientes que padecem de Alzheimer em graus leve e moderado.

Deve significar também que o isómero chamado cyclohexanehexol-inositol parece contribuir assim mesmo na redução da acumulação destes depósitos da substancia β-amiloide.melhorar concentração

Transtorno obsessivo-compulsivo

É uma doenças cuja denominação reflexa fielmente no perfil do seu quadro clínico: atitudes compulsivas e pensamentos obsessivos.

Na base fisiopatológica do seu desarrolho chama atenção a diminuição da concentração de serotonina no meio cerebral, que como sabemos é um neurotransmissor que mais repercute na sensação de bem estar anímico

Papel na  reprodução

Uma menção particular merece a relação do inositol com o síndrome de ovario poliquístico

Boa parte das mulheres que padecem de vem afetadas por um significativo grau de ineficácia da insulina na hora de exercer sua função nos tecidos, o que no deu dia fomentou a realização de ensaios de investigação que estabelecem a existência ou não de relação causa-efeito entre ambos parâmetros, inositol e resistência a insulina.

As conclusões destacarão uma sensível recuperação da sensibilidade a insulina trás a toma de mioinositol durante períodos de três meses. Colateralmente  desprende uma menor incidente de síndrome de ovario poliquístico nas mulheres que tomam suplementos.

O mioinositol parece ter um papel na maduração do óvulo, identificándo como um eficaz marcador da boa aptitude para ser fecundado. De facto, nas mulheres afetadas do síndrome do ovario poliquístico foi comprovado o aumento do numero de ovócitos de alta qualidade depois de tomar mioinositol.

Outros benefícios

  • Aptitude como prebiótico
  • Protetor do sistema circulatório
  • Estimulante da resposta imune
  • Função do detoxicador do organismo
  • Função cosmética: unhas, cabelo, pele

inositol perder peso

Inositol para emagrecer

Há pessoas que conseguiram perda de peso com a toma de  suplementos de mioinositol. Pode entender que, na sua maior parte, este efeito seja consequência de uma sensibilização das células na ação da insulina. Por isso se pode deduzir que qualquer pessoa que manifeste uma resistencia a insulina pode perder peso tomando regularmente suplementos desta substancia.

Nesta linha, os especialistas têm avançado um pouco ao ponto de estabelecer como dose recomendada a dose de quatro gramas por dia. Montante relativamente ao qual parecem ser muito prováveis resultados satisfatórios

Se falamos de suplementos para perder peso não podemos esquecer a função da colina em conveniência com a substancia que nos ocupa. Ambos contribui para regular o metabolismo das  gorduras, acelerando os processos bioquímicos que compõem e, em consequência, favorecendo sua mobilização e combustão com a finalidade de obtenção de energia para o organismo; essa é a razão de que conhece popularmente como queimadores de gorduras ou, simplesmente, queimagorduras.

Um bom momento para tomá-los pode ser antes do início do sono noturno, pois eles promovem a combustão daqueles enquanto dormem.

Inositol e gravidez

Quando uma mulher que ficar gravida não deve esperar o resultado do este de gravidez para começar abastecer seu organismo dos nutrientes que requer um óptimo desenvolvimento fetal, que especialmente são ácido fólico e inositol.

A escola de Medicina da Universidade de Washington confirmam que este último protege ao feto das temidas malformações. Trata de um órgão clave no desenvolvimento embrionário e fetal, o tubo neural. Cuja génese acontece no primeiro mês de gestação e afeta a futura medula espinal, o futuro cérebro e a futura coluna vertebral

A espinha bífida e a anencefalia são as causas mais comuns de deficiência de inositol.

Para os evitar, é necessário fornecer ao organismo as reservas necessárias de inositol e de ácido fólico, o que significa iniciar a sua suplementação, para minimizar o risco de malformações, antes da fertilização, sempre, evidentemente, se se tratar de uma gravidez planeada.inositol gravidez

O inositol para a regulação da glicose sanguínea

É verdade que existem pessoas que mantêm um padrão de consumo de myinositol com o objectivo de controlar os níveis de açúcar no sangue, e aparentemente com bons resultados.

A este respeito, deve-se simplesmente dizer que é aconselhável começar com uma pequena quantidade de substância (pode mover-se entre meia e uma grama por dia) e ter monitorizado os níveis de glicose no sangue durante vários meses até encontrar a dose certa.

A dose que na maioria dos casos registrados parece estar mais próxima do ideal consiste em um par de gramas por dia.

Inositol e saúde mental

Existe coincidências consolidadas da eficácia da administração conjunta de ácidos gordos ómega-3 e inositol para transtornos do âmbito psicológico como o estado de animo, mais até as datas recentes não tinham testado as  possibilidades terapêuticas, tanto em forma de monoterapia como mista, nos que cada dia é mais habituais os transtornos maníaco-depressivos da infância (até os 12 anos), assim como no quadros de bipolaridade não severos.

Chegamos a um conclusão:

O tratamento combinado de ácidos gordos ómega-3 (particularmente o EPA ou ácido eicosapentanoico) e inositol introduz mecanismos de correção dos sintomas característicos de maníaco-depressão nestas idades, comparáveis, tanto na eficácia, nos derivados de psicofármacos que levam recortado um importante caudal de efeitos secundários e contraindicações
cerejas inositol

Alimentos que encontramos o inositol

Existe uma tendência geral entre os produtos alimentar a conter o isómero mioinositol em maior ou menor grau. E a certo modo, os mais abundantes nesta vitamina semiessencial são os cereais de grão inteiro e os frutos cítricos (entre os quais o limão é uma a excepção), que estaria no topo da lista,e no final os produtos lacteos e as carnes.

Frutas:

  • Uva passa (4,70)
  • Melão cantalupo (3,55)
  • Laranja (3,07)
  • Clementina (1,49)
  • Kiwi (1,36)
  • Cereija (1,27)
  • Nectarina (1,18)
  • Manga (1)
  • Pêra (0,73)
  • Pêssego(0,53)
  • Alperce (0,52)
  • Melancia(0,46)
  • Abacate (0,46)
  • Ananás (0,33)
  • Maçã (0,24)

Hortaliças:

  • Rutabaga ou nabo (2,52)
  • Beringela (0,84)
  • Couve de Bruxelas (0,81)
  • Couve (0,70)
  • Espargo (0,68)
  • Espinafre (0,66)
  • Alcachofra (0,6), principalmente no seu coração
  • Pimento (0,57)
  • Tomate (0,54)
  • Cebola (0,27)
  • Alface (0,16)
  • Pepino (0,15)
  • Cenoura (0,12)
  • Cogumelos(0,09)

nabo inositol

Cereais:

  • Salvado de trigo (2,74)
  • Trigo intero (1,42) e trigo integral (0,47)
  • Farinha de aveia (0,40)
  • Pasta (0,31)
  • Arroz marrão (0,30) e arroz branco (0,17)
  • Pão branco (0,25)

Carne e derivados:

  • Fígado de bovino (0,64)
  • Carne picada (0,37)
  • Gema de ovo (0,34)
  • Solomillo (0,30)
  • Peito de frango (0,30)
  • Entrecot de porco (0,42)

Pescados e mariscos:

  • Ostras (0,25)
  • Atum (0,15)
  • Sardinhas (0,12)
  • Amêijoas (0,03)

ostras

Produtos lácteos:

  • Leite intera (0,04)
  • Iogurte(0,1)

Legumes:

  • Feijão branco (2,83), vermelhos (2,49) e verdes (1,93)

Falta de inositol

  • Esterilidade masculina, dentro dos testículos contribui a produção de espermatozóides
  • Doenças oculares, já que uma das regiões anatómicas de maior concentração de inositol são precisamente os olhos. A ausência deste elemento podia ser responsável de cegueira noturna  fotofobia. Sintoma de dificuldade extrema para suportar a luz directa
  • Outros problemas nervosos não mencionados: como vitamina, uma das suas funções é atuar nos mecanismos enzimáticos que regulam o equilibro entre o cobre e o zinco nas neuronas. Sua ausência ou deficit causa ruptura de esse equilibro com predomínio do cobre. O qual poderia ser responsável de numerosos problemas do sistema nervoso: angustia, insónia, fobias, etc
  • Parece ser que sua deficiência exacerba os problemas neurológicos em doentes de diabetes, ocasionando o que conhece como neuropatía diabética
  • A falta de inositol pode dar lugar a uma relação das fibras musculares lisas da parede intestinal responsáveis de manter o peristaltismo, convertido em um fator pré-disponente de prisão de ventre

Suplementos de inositol

Uma  alimentação variada e em quantidade suficiente garantem que sejam satisfeitas as exigências diárias desta peculiar vitamina.

A maior parte dos especialistas coincidem precisamos, por término medio, em torno de uma grama diaria de inositol

Conseguir é muito simples com uma dieta equilibrada, mas quando seguimos uma alimentação deficiente ou sofremos algum transtorno é muito provável que nosso organismo demande uma suplementação dietética.inositol fumador

Precisamos tomar inositol?

  • Ter uma alimentação deficiente, pobre em alimentos frescos e carregada de alimentos muito processados e aditivos
  • Ser adito ao tabaco, e álcool ou as drogas
  • Doenças nos órgãos nos que sintetiza o inositol, basicamente mucosa do estômago, fígado, rins e sistema nervoso central
  • Situações de sobre esforço, stress ou ansiedade
  • Consumo em altas quantidades de bebidas ricas em cafeína e outros estimulantes (café, chá, refrigerantes, etc.)
  • Estar sendo tratado com antibióticos, dos que sabemos que dificultam sua absorção a nível intestinal. Há outros fármacos que reduzem o inositol porque em geral neutralizam as vitaminas, como os anticonceptivos
  • Emissão excessiva de urina por estar sendo medicado com diurético ou por ingerir demasiada água

Pautas de suplementação de inositol:

A dose estandarte oscila entre 0,5 e 2 gramas ao dia. Mais como falamos de planeamentos terapêuticos mais agressivos, como pode ser o caso de uma depressão, até 12 gramas diárias pode ser necessários e normalmente tolerados.

A dose para tratar os transtornos psiquiátricos dos que falamos anteriormente oscilam entre 10 e 12 gramas por dia, para os quais, na maioria dos casos, elege a presentação de pó hidrosolúvel.

Um conselho que damos aos pacientes que iniciam é que comecem com doses mais moderadas e que sejam eles que valorem como estão sentindo-se e ir aumentando gradualmente. Irromper com quantidades demasiado próximas ao  previsto pode levar a efeitos secundários próprios da suplementação com inositol (moléstias gastrointestinales, diarreia e náuseas)inositol suplemento

Quando tomar inositol

Com  finalidade de conseguir maior amortização possível da resistência a insulina nos casos já comentados de síndrome de ovario poliquístico. A maioria dos expertos recomendam concentrar  administração do inositol em uma toma antes do pequeno-almoço

Formatos dos suplementos

É importante destacar que as cápsulas moles ou gel, a biodisponibilidade do mioinositol é maior. Isto abre a possibilidade de tomar a terceira parte da dose mantendo íntegras as probabilidades de conseguir efeitos análogos a nível terapéutico.

Em consequência, as cápsulas duras, aos gel podem ser una alternativa muito válida nos casos de planear  suplementação com fim de saúde mental.

Estamos falando de transformar as 12 gramas diárias exigidos para produzir efeitos psicofarmacológicos em 4 gramas de mioinositol.

Na forma em  pó branco cristalino, seu consumo requer simplesmente dissolver mediante uma mistura enérgica num copo de água ou sumo de fruta,  se é na água, um sabor suavemente doce. O pó  resulta bastante más económico que as cápsulas. Estas contém, maioritariamente, entre 500 e 750 mg de inositol, o que obriga a ingerir um bom número para conseguir benefícios apreciáveis.estrutura tipos

Como eleger suplemento no mercado?

Como indicamos no começo do articulo, existem nove isómeros de inositol, mais a maioria deles contém o chamado mioinositol. Este aspeto devemos ter em mente quando lemos a etiqueta. Não é infrequente que se omita o prefixo mío e  faça alusão simplesmente a palavra inositol; nesses casos deve sobre entender que o preparo em questão contém o isómero mioinositol.

Existe outros dois isómeros de inositol que com alguma frequência incorpora nos suplementos, pensados para fazer frente condiciones específicas de saúde:

  • Hexafosfato
  • D-chiro

As mulheres que padecem este transtorno do aparelho reprodutor (síndrome do ovário poliquístico), do qual já deixamos constância anteriormente, tem o seu alcance duas substancias: mioinositol e D-chiro inositol.

Alguma o tratamento é somente mioinositol de 4 gramas diarios (em pó parece mais aconselhável que em cápsulas).

Quando recorre a cápsulas, é frequente fazer uma mistura com metformina, um medicamento predominantemente usado com fins antidiabéticos. Em outros casos, opta por uma combinação de mioinositol e D-chiro inositol sobre o qual há bastante consenso que melhora sensivelmente os perfileis clínico e metabólico dos pacientes.

A sinergia de mio e D-chiro inositol protagoniza uma grande labor na normalização dos desequilibro hormonais na parte reproductiva. Também na ovulação e nos ciclos menstruais. Ao mesmo tempo, também reduz significativamente os níveis de andrógenos circulantes (como a testosterona). São responsáveis da aparição de um excesso de pelo corporal e de acné. Também com o síndrome de ovário poliquístico.

Como uma curiosidade  podemos ressaltar que as mulheres com sobrepeso e obesidade tem maior pré-disposição a conseguir melhores resultados nos tratamentos combinados com mio e D-chiro inositol.perder pesos cetonas fambroesa

Efeitos secundários de inositol

Se referimos a casos extremos, destacamos que se a considerado como dose letal 10 gramas por quilo de peso. Fica claro que as doses terapéuticas tem uma ampla margem de segurança. Exceto pelos desvios, tudo parece indicar que estamos lidando com uma substância, em geral, bem tolerada.

Os efeitos secundários que descreveram nas doses mais convencionais caracterizam pela sua moderação e por dar-se quase na sua totalidade ao aparelho digestivo, ou seja, náuseas, diarreia, flatulências…

Contraindicações

Não devem tomar inositol as seguintes pessoas:

  • Crianças com transtorno de hiperactividade
  • Pessoas com transtorno bipolar
  • Durante a gravidez

Durante a gravidez

É interessante saber que durante a gravidez desenvolve um estado de resistência á insulina. Busca uma redução da captação da glicose circulante no sangue para que o feto receba o aporte sustenido deste açúcar que o seu desenvolvimento demanda.

Isto conduz, com frequência, aparição do quadro de diabetes tipo 2 gestacional. Seu tratamento precisa de bom acompanhamento na dieta e no estilo de vida. Nas mulheres gravidas incapaz de manter uniformes e corretos os níveis de glicose no sangue costuma por  optar utilizar algum medicamento hipoglucémico. Por um lado, resulta atóxico para a mãe e o feto. Mas por outro, mantém estáveis os níveis de glicose no sangue; isso pode ser o mioinositol.

Consumo de cafeína

Uma precaução importante envolve ao consumo de cafeína. Deve reduzir ao mínimo se toma suplementos de inositol, pois se sabe que exerce um poder neutralizador deste

Apesar disso, especialistas consultados pela HSN descartarão qualquer ação entre ambas substancias. Cafeína e inositol podem ser consumidos, sempre em quantidades recomendadas por especialistas, e como todos os suplementos, com recomendação do médico.

Fontes bibliográficas

Artigos Relacionados com o tema:

Valoração Inositol

Para a depressão - 99%

Fontes de inositol - 100%

Importância na gravidez - 100%

Efetividade - 100%

100%

HSN Evaluação: Nenhuma avaliação ainda!
Content Protection by DMCA.com
Confira também
folato-acido-folico
Ácido Fólico – Uma vitamina básica e necessária para a gravidez

A vitamina B9 (integrante do complexo vitamínico B) podemos encontrar com o nome de ácido …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Gostas do nosso HSNBlog?
HSN Newsletter
Então imagina as promoções da nossa loja.

Deixa-nos os teu e-mail e terás acesso às melhores promoções temos para os nossos clientes


aceito a política de privacidade