L-Arginina e Produção de Óxido Nítrico para Hipertrofia Muscular
Home / Suplementos / Rendimento Desportivo / L-arginina, produção de óxido nítrico e hipertrofia muscular
L-arginina, produção de óxido nítrico e hipertrofia muscular

L-arginina, produção de óxido nítrico e hipertrofia muscular

A Arginina é um aminoácido não essencial, ou seja, sintetizável pelo nosso corpo, que encontra-se formando parte de muitas das proteínas que encontramos nos alimentos que consumimos a diário. Para valorar sua importância, devemos conhecer o mecanismo pelo qual se converte em óxido nítrico, e assim ver qual é o seu papel relacionado com a hipertrofia muscular

Por que os desportistas tomam o aminoácido L-Arginina?

Em geral, os desportista profissional ou amateur, buscam conseguir uma maior eficiência muscular e uma melhor vascularização, com uma dobre finalidade:

  1. Garantir o aporte de nutrientes e oxigénio ao músculo, e
  2. Melhorar a eliminação do ácido láctico, o principal causante da fatiga muscular.

Ao tratar-se de metas desejadas tanto por desportistas, cujo objetivo é a hipertrofia muscular, como por aqueles que centram-se na velocidade ou na força.

desportista l-arginina

 

Por esta  razão estudou-se os mecanismos pelos quais estas características aumentam-se. O resultado é o óxido nítrico, molécula que produz a partir de um aminoácido, em concreto como é a L-arginina e, a pesar de ser a mais pequena que gera o nosso organismo, é um dos principais vasodilatadores que produz o corpo humano.

Como se converte a L-Arginina em Óxido Nítrico

  • Uma vez que é absorvido pelo  aparelho digestivo, este aminoácido recorre o sangue até os tecidos ou órgãos que requerem da sua função neste momento.
  • Uma vez introduzido dentro da célula, por ação de uma enzima citoplasmática óxido nítrico sintasa (NO Sintasa), a L-arginina da lugar ao óxido nítrico e a outra molécula, a L-citrulina.L-Arginina

O que é o Óxido Nítrico?

O óxido nítrico é um radical livre que, em vez de actuar como um oxidante e danificar as células, atúa como um protetor das mesmas. No entanto não armazena no corpo, mas sim cria-se quando este o necessita, razão pelo qual a suplementação com L-arginina  deveria ser feita como mínimo diariamente.

Para sua produção exige-se situações originadas por estímulos fortes e com muito stress a nível metabólico (muito frio, exercício intenso, etc.), se queremos aumentar de forma segura sua concentração, devemos realizar exercício de alta intensidade (HIIT), já que não esta suficientemente demonstrado que o exercício moderado incida também em um aumento nos seus níveis no sangue.

hipertrofia muscular

Os estímulos musculares fortes ativam uma grande quantidade de vias metabólicas que promovem a hipertrofia muscular, de tal forma que quando há um sinal de necessitar uma maior quantidade de fibras musculares (hiperplasia), e de maior grossura (hipertrofia), o próprio músculo desenvolve os mecanismos necessários para adaptarse.

Propriedades do Óxido Nítrico

Primeiramente devemos valorar as propriedades positivas que nos podem proporcionar o óxido nítrico a nível de todo o organismo, as actualmente conhecidas são

  • Anti-bacterial, ajuda a combater organismos infecciosos, especialmente de origem bacteriano.
  • É anti-inflamatório, já que inibe parte das moléculas pro-inflamatórias.
  • Contribui na luta contra as células cancerígenas.
  • Regula a vasodilação do sistema circulatório, característica substancialmente beneficiosa para pessoas com hipertensão e/ou problemas cardíacos. Pode atuar como anticoagulante, evitando, assim, os trombos que causam os ataques de coração, e a sua presencia na corrente circulatório faz que o endotelio dos vasos sanguíneos relaxe, e aumente o seu diâmetro. saúde coração l-arginina
  • Aumenta a irrigação do sistema nervoso e atúa como um neurotransmissor a nível cerebral, potenciando a memoria a longo prazo.
  • Promove a angiogénesis, ou, em outras palavras, a criação de novos vasos sanguíneos que aportaram mais nutrientes e oxigénio aos músculos, o que faz que seja mais rápida a eliminação do lactato, melhorando o rendimento.
  • Ajuda a regeneração muscular ao fazer que a recuperação depois de um treino forte seja mais rápida, já que é um potente estimulador da divisão celular, e promove, desta forma, a hipertrofia muscular. O óxido nítrico estimula as células satélite do músculo, ou seja, as encarregues de dividir-se, dando lugar a mais células musculares.
  • Protege a integridade das fibras musculares durante o exercício, em especial em aqueles movimentos que implicam uma contração excéntrica do músculo. Isto pode observar muito claramente em um estudo realizado com ratos onde se fizeram 4 grupos, um grupo Control (C) que esteve em repouso, e três grupos aos que faziam correr numa esteira com uma pendente para baixo, para simular o exercício excéntrico. Dentro destes três últimos grupos, um grupo no tomava nada (R), outro L-arginina (RA), e outro L-arginina misturada com outro suplemento (RN). A medida do grau de roturas fibrilares do músculo que realizou em todos os grupos nos permite observar como o grupo que teve mais rotura muscular foi o que não tomava nada, e o que menos teve foi o que tomava apenas L-arginina , atingido praticamente do grupo em repouso.

grafica l-arginina

  • No âmbito sexual, actua sobre a mesma rota metabólica que o fármaco da viagra, causando um efeito parecido, para aqueles que padecem de disfunção eréctil, mas em um nível menor.
  • Produz um aumento da quantidade de mitocondrias (biogénesis mitocondrial) melhorando a utilização de ácidos gordos por parte do músculo esquelético. Além disso, produz um aumento da quantidade de enzimas mitocondriales, elemento que vai fazer que tenha uma maior produção de ATP, a molécula que aporta a energia para fazer funcionar todo o corpo.
celula

Concretamente, nesta imagem vemos a rota metabólica que desenvolve tanto o exercício como o óxido nítrico no interior da célula. Os estímulos musculares fortes fazem que se expresse o gene de PGC-1α, o qual estimula, a sua vez, a transcrição de diferentes genes implicados na criação do músculo novo, a criação das novas mitocondrias que efectuaram a cadeia respiratória, e assim uma maior criação de ATP, e de genes implicados na utilização de ácidos gordos como fonte de energia (β-oxidación).

Contras do Óxido Nítrico

Para poder valorar bem uma substancia também se deve de ter em conta os contras e ser conscientes de não que pode levar uma suplementação mau feita. Os contras do óxido nítrico conhecidos até agora são:

  • Um excesso de óxido nítrico sustenido ao longo dos anos que esta relacionado com casos de doenças neurodegenerativas como o Parkinson ou o Alzheimer, se bem que unicamente em aqueles casos nos que a quantidade esta elevada de forma endógena. Ainda assim, não é necessário tentar a sorte com níveis excessivos desta substancia.
  • Ao ser uma substancia oxidante, pode causar danos no DNA, como alterações genéticas.

Suplementação com L-arginina para uma maior quantidade de óxido nítrico

Como já falamos, o óxido nítrico não tem nenhum tipo de armazenamento no corpo, pelo que é melhor repartir a dose deste suplemento em várias tomas, ou uma vez todos os dias, já que isto pode aumentar até em um 46% a quantidade de óxido nítrico no corpo,  indicando vários estudos.

Apesar disso, devemos saber que ao ser uma molécula que sintetiza o corpo e, precisamente por isso, devemos incentivar a necessidade que este gere seu próprio óxido nítrico, já que, de não ser assim, a produção de óxido nítrico endógeno podia diminuir.

É importante destacar o facto que o nosso corpo é uma máquina que apenas sintetiza o que necessita.

Consequentemente, o caso que tenha sempre suficiente óxido nítrico, este não tem a necessidade de produzir, assim, este motivo recomenda-se fazer tandas de suplementos, cada dois ou três meses por exemplo, seguido de uma pausa de dois ou três meses e deveria tomar outro suplemento completamente diferente.

Para assegurar a absorção deste suplemento, embora, não deve tomar junto  a vitaminas do grupo B, já que inibem a produção de óxido nítrico.

Fontes de Arginina

Existem alimentos que também contém uma maior quantidade de L-arginina, como podem ser os que contém ácidos gordos ómega 3 (as nozes e o pescado azul), os lácteos, a carne vermelha, e os que contém polifenoles (como a uva, o cacau puro e os frutos vermelhos), com outros que destacam especialmente como são a beterraba e especialmente a melancia, perfeita para reidratar nosso corpo de água, minerais, vitaminas e L-arginina durante todo o verão.

Beterraba -L-arginina e produção de oxido nitrico

Conclusão

Neste artigo buscamos explicar o funcionamento do óxido nítrico e que papel  tem durante o exercício. Também tentamos expor todas as vantagens e desvantagens da suplementação com L-arginina,  que pode ser um bom suplemento para aqueles desportistas que encontram estancados na sua progressão para o seu objetivo desportivo, mas como todo suplemento deve tomar-se com precaução e consciência dos seus efeitos.

Fontes

  1. Bentley R, Gray SR, Schwarzbauer C, Dawson D, Frenneaux M, He J. Dietary nitrate reduces skeletal muscle oxygenation response to physical exercise: a quantitative muscle functional MRI study. Physiol Rep. 2014;2(7).
  2. Lomonosova YN, Shenkman BS, Kalamkarov GR, Kostrominova TY, Nemirovskaya TL. L-arginine supplementation protects exercise performance and structural integrity of muscle fibers after a single bout of eccentric exercise in rats. PLoS One. 2014;9(4):e94448.
  3. Morales RC, Bahnson ES, Havelka GE, Cantu-Medellin N, Kelley EE, Kibbe MR. Sex-based differential regulation of oxidative stress in the vasculature by nitric oxide. Redox Biol. 2015;4:226-33.
  4. Pearson SJ, Hussain SR. A review on the mechanisms of blood-flow restriction resistance training-induced muscle hypertrophy. Sports Med. 2015;45(2):187-200.
  5. Rybalkin SD, Yan C, Bornfeldt KE, Beavo JA. Cyclic GMP phosphodiesterases and regulation of smooth muscle function. Circ Res. 2003;93(4):280-91.
  6. Scarpulla RC. Transcriptional paradigms in mammalian mitochondrial biogenesis and function. Physiol Rev. 2008;88(2):611-38.

Artigos Relacionadas

Content Protection by DMCA.com
Confira também
suple pre treino
Suplementos de Pré-Treino – Obtenha o máximo rendimento

A nutrição é a base para provar a máxima performance desportiva. Além disso, podemos incluir …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Gostas do nosso HSNBlog?
HSN Newsletter
Então imagina as promoções da nossa loja.

Deixa-nos os teu e-mail e terás acesso às melhores promoções temos para os nossos clientes


aceito a política de privacidade