As calorías são a chave! Blog de Fitness, Nutrição, Saúde e Desporto | Blog HSN
Home / Nutrição / Dietas / A chave da tu dieta, o total calórico
A chave da tu dieta, o total calórico

A chave da tu dieta, o total calórico

Sem importar qual é o objectivo da tua dieta, e sem ter em conta as informações que terás tido até a data, realmente, o factor chave da dieta são as calorias totais.

É dizer, o total calórico 

diário

As calorias são a chave para a efectividade de um plano dietético. De facto, este total, será o factor que marca a diferencia para um objectivo ou outro.

Neste sentido, uma vez que as tuas macronutrientes (proteínas, hidratos de carbono e gorduras) foram  estabelecidas na óptimo percentagens, “terá” com as calorias totais, para com isso ganhar músculo, perder gorduras ou manterte.

Em algumos casos, esta premissa pode que não dê, mas a sua razão será devido a que a pessoas sofra de alguma doença ou patologia, unido a sedentarismo ou a pouca activação metabólica, mas por regra geral, depois de um continua balance calórico “todo se regula”…

Calorias que entram

Todo o que comemos ou bebemos, praticamente tem calorias, salvo a excepção da água. Mas com isso, são um contador que se incrementa… o contador calórico diário.

O título já te dá a pista, todo o que consumimos passara a ser calorias que entram

Calorias que saiem

Todo o que fazemos “queima” calorias. Deste modo nosso corpo utiliza essa energía para realizar qualquer actividade.

Desde os exercícios que realizamos no treino, até qualquer actividade quotidiana, como falar ou ir as compras, todo isso suponha um gasto energético.

Deste modo, o corpo gasta um número de calorias para manter o seu funcionamento interno nas melhor condições. Entre estas, respirar, bombear o sangue, a digestão dos alimentos, …

Como estas calorias são as que se utilizam e queimam, será as calorias que saiem

Calorias que entram VS calorias que saiem

Os resultados que vai  aportar uma dieta será  influenciado pelo equilíbrio entre as calorias que entram e as que saem. Dai se derivará os seguintes casos (chamando a calorias que entram “in” e a as que saem “out”):

  • In > Out => Excedente calórico => Ganancia de músculo, gorduras ou ambas
  • In < Out => Déficit calórico => Perda de gordura, músculo ou ambas
  • In = Out => Mantimento => Nem ganancias nem perda

O anterior corresponde com a lei da termodinâmica e o balanço energético dentro do corpo humano.

Realmente logo vem implicados outros factores, sobre todo o nível hormonal, e logo seguem a condições da pessoas, se queres maximizar as ganancias de peso ou perdas do mesmo, haverá que perguntar na composição da dieta…

Mas  com total seguridade, estas simples regras, cumprem em todos os organismos. Obviamente no caso de alguém que queira emagrecer não o vá conseguir por um dia, se não pela sucessão de um período em que acuse um déficit calórico. O mesmo raciocínio será para alguém que pensa que por comer um dia pontual o seu corpo já engordará…

calorias

Superávit calórico

É  mercenarismo que tenhas um lugar quando se sobpassan as calorias que necessitamos de mantimento.

Comes mais da que gastas

O teu corpo à terminado de queimar ou utilizar as calorias que necessitava para a demanda diária, mas sem embargo, já continuado “entregando” calorias, e agora o teu corpo não sabe que fazer co elas. Bom, se que o sabe…guardar-las num armazém, isto é, os depósitos que disponha o corpo humano para preencher com todos o excesso de calorias que se consumem.

É bastante inteligente, já que considera que estas calorias tu precisará em breve. Na verdade, usá-los em infinitas horas de cardio …

O que  fazemos com o excedente calórico?

Existem os principais “caminhos” para este excesso ou excedente calórico, que  o teu corpo vai  guardar:

1.-Como gorduras

Isso quase o que imaginamos. É o mecanismo que as pessoas usam quando “querem” ganhar peso. Eles comem muito durante o dia, excedendo o limiar de calorias, e esse excedente passa a ser depositado como gordura

2.-Como músculo

Este caso pode surpreendê-lo, mas é assim, para criar tecido muscular que necessitas de calorias, não cresce fora do ar! Requer muita energia, isto é, muitas calorias para promover o desenvolvimento muscular.[/box]

Então, um excedente calórico terá duas “saídas”, ganhamas músculo 🙂 ou gordura 🙁

Porque do excesso de calorias se armazena como gorduras em vez de músculo?

Muito “fácil”, o próprio sinal do músculo, isto é, o estímulo provocado pelo treino. Um treino efectivamente projectado promove a necessidade do teu corpo de criar tecido muscular. Usamos esse excesso calórico para criar novos músculos em vez de serem armazenados como gorduras. E esta é a principal diferença entre alguém que sobrealimentão para ganhar músculo e outro que simplesmente alimenta sem outras considerações

Se queres ganhar músculo, deverás estabelecer um excedente calórico

Deficit calórico

Se do caso quando existe uma ingestão menor do que se gasta. O teu corpo vai  necessitar mais calorias para completar a demanda energética, e tu suprimes desses aporte.

Comes menos da que gastas…

Neste cenário, o teu corpo, com múltiplos recursos, vai buscar energía de onde seja. Intentará suprir a falta de calorias através de outra fonte energética, tal para cumprir com as funções básicas.

De onde obtemos a energía quando estamos em déficit calórico?

A origem desta energía “alternativa” pode ser a partir de 2 fontes:

1.-A gordura corporal armazenada

Seria a melhor opção :), além disso que é a  maneira na que se elimina a gorduras. Se comes menos, resultará num déficit calórico, é dizer, consumes menos calorias das que o teu corpo necessita e induzes a um uso dos depósitos de gorduras

2.-O tecido muscular

Isto seria mau assunto :(, e não deixam de ser calorias que foram armazenadas. Mas tens mais “apreciar” que a gordura armazenada. Assim pois, quando estas em déficit calórico, e o corpo vaia a necessitar energía, não só da tua gordura armazenada lançar com a mão, se não também da massa muscular.

Assim pois, um déficit calórico terás de “sair”, perder músculo 🙁 ou gorduras :), a a combinação de ambas…

O que provoca que o corpo queime músculo em lugar de gorduras num déficit calórico?

Como no caso anterior, o sinal o estímulo de mantimento do músculo. Para cometer tal caso, uma estratégia de treino inteligente será aquela que alcançará  perder gorduras e manter o músculo. Por tanto, si quieres perder grasa, deberás establecer un déficit calórico.

estrategia-dieta

Mantimento calórico

É a opção intermediária, na qual há equilíbrio calórico, vai comer a mesma quantidade de calorias que gastar. Não há déficit ou excesso calórico.

Nem perder nem ganhares…

Na mantimento calórico,  não vais produzir um aumento na massa muscular ou perderá gordura. Algo muito difícil de obter

Conclusão

  • Se queres perder gorduras deverás aplicar um deficit calórico
  • Se queres ganhar músculo deverás aplicar um excesso calórico

Por tanto, não se pode ganhar músculo e queimar gorduras ao mesmo tempo

Content Protection by DMCA.com
Confira também
col_img_2
Tudo sobre a dieta cetogénica

A maioria das pessoas sabem que os hidratos de carbono são a dia de hoje …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Gostas do nosso HSNBlog?
HSN Newsletter
Então imagina as promoções da nossa loja.

Deixa-nos os teu e-mail e terás acesso às melhores promoções temos para os nossos clientes


aceito a política de privacidade