Lisina - Propriedades, benefícios e alimentos que contêm Blog de Fitness, Nutrição, Saúde e Desporto | Blog HSN
Home / Saúde e beleza / Beleza / A pele e os benefícios da lisina
A pele e os benefícios da lisina

A pele e os benefícios da lisina

A lisina é um aminoácido essencial que o teu corpo necessita, já que é a encarregada de proporcionar ao organismo as proteínas que necessita para o seu crescimento. E também, ajuda ao corpo a manter o equilíbrio os níveis de nitrogénio. Também joga um papel importante na regulação de colesterol, e na produção de cálcio e o colágeno.

O que é a Lisina?

A lisina é um aminoácido contido nas proteínas de alguns alimentos, como o feijão, o queijo, o iogurte, o leite, o gérmem de trigo e outras proteínas de origem animal.

É um aminoácido essencial para as pessoas, já que o corpo não pode produzir por si mesmo. Por tanto, devemos aportar ao organismo a través dos alimentos ou tomando suplementos dietéticos. Uma pessoa com um peso normal de 70 kg precisa diariamente entre 800 e 3.000 mg de lisina.

lisina labios

A lisina intervém na produção das enzimas, as hormonas e os anti-corpos que podem inibir algumas infecções causadas pelos vírus

É muito útil para o tratamento da herpes labial causado pelo vírus da herpes simples tipo 1. Também está recomendada como remédio natural para tratar outros problemas de saúde, como o herpes genital e o herpes zóster.

Benefícios para a saúde da lisina

Adicionar um suplemento a base deste aminoácido à nossa dieta tem diversos benefícios para a saúde, entre os que destacamos:

  • Prevenção de osteoporose
  • Tratamento e prevenção das úlceras bucais
  • Melhora o funcionamento do sistema imune
  • Reduz a ansiedade e o nervosismo

Propriedades da lisina

Lisina e herpes

Os brotes de herpes são dolorosos, antiestéticos e contagiosos. Entre 60 e 90 por cento da população é portadora do vírus da herpes simples tipo 1. A causa da herpes labial se deve principalmente a uma infecção sofrida durante a infância.

A herpes simples tipo 2 é o causante, geralmente, do herpes genital. Entretanto, também pode causar um brote na boca e na área genital.

Um estudo realizado pela Universidade do Sul de Califórnia de ciências da saúde, demonstrou que a lisina era um tratamento efectivo num 40% dos participantes, depois de três dias de tratamento e um 87% depois de 6 dias

Alguns cremes de uso tópico para o tratamento das verrugas genitais incluem lisina. Ainda que não se recomenda como tratamento principal. A lisina pode ser utilizada em combinação com outros medicamentos durante uma remissão, mas o uso deve ser supervisionado por um médico em caso de interações adversas aos medicamentos.

herpes

A lisina e o colágeno

Entre as múltiples propriedades da lisina, encontramos o seu papel para promover o crescimento e manutenção dos tecidos cognitivos. colágeno da estrutura as células e as conserva em perfeitas condições.

A lisina, junto com a prolina e a vitamina C, ajuda na formação do colágeno e impede que esta se deteriore, bloqueando as enzimas nocivas.

A lisina e o sistema imune

A lisina desempenha um papel muito importante no funcionamento óptimo do sistema imunitário. Uma deficiência deste aminoácido básico leva a uma deterioração do sistema imunitário.

Por esta razão, um fornecimento adequado de lisina é muito importante para a sua saúde. No entanto, o organismo não pode produzir este aminoácido por si só, e este deve ser fornecido através de alimentos ou tomando suplementos alimentares.

Muitos alimentos contêm lisina. Mas no caso das pessoas que são alérgicas a certos alimentos ou que seguem uma dieta vegetariana ou vegana, é melhor tomar suplementos dietéticos de lisina. O sistema imunitário é ainda mais reforçado se tomamos lisina ou arginina.

lisina e arginina

A lisina e a osteoporose

A lisina favorece a absorção do cálcio pelo organismo e reduz a quantidade que se perde a través da urina.

Os estudos clínicos realizados com animais revelaram que os suplementos dietéticos aumentam a absorção de cálcio no corpo, e que isto dá uma protecção adicional contra a perda óssea

O cálcio é essencial para a formação óssea. Por isso, os pesquisadores acreditam que a lisina ajuda a prevenir a perda óssea associada à osteoporose. No entanto, este estudo sobre o tratamento da osteoporose ainda não foi confirmado no caso de humanos.

Quem se benefícia para a toma de suplementos de lisina?

  • Para o tratamento dos transtornos metabólicos
  • Nos casos de deficiência de lisina
  • Para aumentar os níveis de cálcio no organismo
  • Para aumentar o rendimento físico dos atletas e desportistas
  • Como tratamento da dor
  • Para reduzir a ansiedade e o stress
Se queres <a title=”Lisina” rel=”noopener” href=”//www.hsnstore.com/comprar/lisina” target=”_blank”>comprar os melhores suplementos de lisina</a>, acede ao link da loja on-line da HSN

refeição com lisina

Lisina nos Alimentos

Dado que o corpo não consegue produzir lisina por si mesma porque pertence aos aminoácidos essenciais, deve-se aportar ao organismo  a través dos alimentos ricos em proteínas
  • Carne (especialmente a carne vermelha, a carne de porco e as de aves de corral)
  • Queijo (em particular o parmesano)
  • Peixe (como o bacalhau e as sardinhas)
  • Frutos secos
  • Verduras
  • Ovos
  • Soja
  • Feijão
  • Legumes
  • Productos lácteos

Deficiência de lisina

A deficiência de lisina pode conduzir a:

  • Falta de concentração
  • Tonturas
  • Falta de apetite
  • Perda de peso
  • Diminuição na formação de anticorpos
  • Diminuição de imunidade
  • Perda de cabelo

perda de concentração

Efeitos secundários da lisina

Pode ter interacção quando se toma lisina junto com grandes quantidades de arginina, já que ambos aminoácidos compartem com o sistema de transporte no organismo

Neste caso, uma dose muito elevada de arginina na dieta pode provocar uma diminuição dos níveis de lisina, Pelo que, se isto acontece, deve-se suspender a administração da arginina.

Doses recomendada de lisina

No caso dos adultos e crianças maiores de 13 anos, a dose recomendada é de 12 mg por dia por kg depeso corporal.

Um exemplo da dose prescrita durante um brote de herpes activo está compreendida entre 3.000-9.000 mg por dia, dividida em várias doses individuais ao longo do dia.

Para evitar um novo brote muitas pessoas tomam 1.000mg por dia. Entretanto, se recomenda consultar com o médico a dose de lisina na dieta adequada para casa caso concreto.

Os suplementos dietéticos de lisina estão disponíveis em diversas formas (l-lisina ou lisina) e formatos C8omprimidos, tabletes, cremes, ou em forma líquida).

suple dietéticos

 Opiniões e resumem sobre a lisina

  1. A lisina é um aminoácido essencial que não pode ser gerado pelo organismo e deve ser fornecido através de alimentos ou tomando suplementos dietéticos.
  2. Os estudos têm demonstrado que tomar lisina regularmente ajuda a prevenir surtos de herpes.
  3. A lisina é muito importante para o crescimento.
  4. A lisina também desempenha um papel importante na produção de . A carnitina é um nutriente que, juntamente com os ácidos gordos, se transforma em energia. A lisina também ajuda a baixar os níveis de colesterol.

Fontes Bibliográficas

Artigos Relacioados com o tema:

  • Biotina - a Vitamina ESSENCIAL para Cabelo, Pele e Unhas
  • Suplementos e Vitaminas para a Saúde da Pele
A lisina é um aminoácido essencial que o teu corpo necessita, já que é a encarregada de proporcionar ao organismo as proteínas que necessita para o seu crescimento. E também, ajuda ao corpo a manter o equilíbrio os níveis de nitrogénio. Também joga um papel importante na regulação de colesterol, e na produção de cálcio e o colágeno. O que é a Lisina? A lisina é um  contido nas  de alguns alimentos, como o feijão, o queijo, o iogurte, o leite, o gérmem de trigo e outras proteínas de origem animal. É um aminoácido essencial para as pessoas, já que o corpo não pode produzir por…
Apreciação Lisina

Remédio para o herpes - 100%

Absorção do cálcio - 100%

Interacção com arginina - 100%

Efectividade - 100%

100%

HSN Evaluação: 5 /5
Confira também
Cavalinha: O que é, Para Que Serve, Benefícios e Propriedades Medicinais

Índice1 O que é a Cavalinha?2 Da onde provém a Cavalinha?3 Características da Cavalinha4 Composição …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Gostas do nosso HSNBlog?
HSN Newsletter
Então imagina as promoções da nossa loja.

Deixa-nos os teu e-mail e terás acesso às melhores promoções temos para os nossos clientes


aceito a política de privacidade