Óleo de Prímula: O que é, Para que Serve, Propriedades e Benefícios para a Saúde

Óleo de Prímula: O que é, Para que Serve, Propriedades e Benefícios para a Saúde

A medicina natural na actualidade encontra-se retomando o poder e a importância que possuía faz várias décadas. Insto é devido a que os estudos na matéria demonstraram que é considerada a melhor opção quando se trata do alivio dos sintomas e o trato de certas doenças, ao se apresentar como uma opção menos nociva mas igualmente efectiva.

Devido a isto, o uso de plantas medicinais e óleos essenciais como o Óleo de Prímula são opções tão solicitadas como alguns medicamentos tradicionais.

O que é o Óleo de Prímula?

O Óleo de Prímula, é um azeite essencial que provém da planta de Oethonera Biennis, também chamada a planta da mulher ou erva de burro, nome que se dá, devido a que uma das principais benefícios são desfrutados pelo sexo feminino.

Este óleo é obtido graças a um processo de prensado das sementes da planta de Prímula.

O óleo de Prímula é uma fonte de GLA (Acido Gamma-Linoléniico)

Planta de Prímula

Trata-se de uma planta perene, que tem sua origem no norte doc ontinente americano, nos Estados Unidos especificamente, onde foi descorberta por primera vez, pelos primeiros povoadores do território, os nativos amercianos. Eles, utilizaram a planca com exclusividade até o século XVII, quando foi introduzida na povoação branca, mas com fins principalmente decortivos.

A população norte-americana levou quase um século para descobrir alguns dos vantajosos benefícios que esta planta oferece, servindo nos séculos XVIII e XIX como um aliado para os feridos durante os conflitos daquele momento.

Composição do Óleo de Prímula

Devido aos benefícios que apresentou o Óleo de Prímula, estudaram-se de forma profunda os componentes e elementos que fazem que tenha estas características. Entre eles, podemos identificar ácidos gordos essenciais, certos aminoácidos como glicina e histidina, vitamina C, cálcio potássio, magnésio, cobre, ferro e cálcio, por nomear alguns deles.

Óleo de Prímula e Ómega-6

Este óleo é rico em ácido gordo poli-insaturado essecial ácido gamma-linoleico (GLA), o qual actúa como percursos de diversos mediadores celulares essenciais para o correto funcionamento e estabilidade das membranas das células em nosso corpo, o sistema nervoso de desenvolvimento e a regulação hormonal da coagulação.

O corpo converte GLA numa substância similar a hormona chamada prostaglandinas que controlam praticamente todos os órgãos do corpo.

Os pergursores dos eicosanoides (prostaglandinas, tromboxano, leucotrienos e hidroxilos), são compostos que regulam diversos processos biológicos ao longo da nossa vida

Os ácidos gordos essencial, incapazes de ser sintetizados pelo corpo, devem ser introduzidos a través da dieta. Uma dieta carente nutricionalmente em ditos elementos pode gerar afeições no coração, na circulação, na pele, no sistema imune, no sistema reprodutivo e no sistema nervoso.

Benefícios do Óleo de Prímula

A principal razão pela qual o Óleo de Prímula, foi aumentando sua popularidade nos últimos anos, deve-se a que as propriedades que descobriram, as quais se concedem a oportunidade ao ser humano de lidar com uma diversidade de problemas e mau estar, tanto a nível interno como externo.

Entre ditas propriedades que este óleo possui, podemos encontrar:

Vaso Dilatador

O consumo deste óleo aumenta o tamanho dos vasos sanguíneos que recorrem o corpo encarregados de transportar sangue levando nutrientes e oxigénio.  Esta é a razão pela qual, o óleo reduz as possibilidades de sofrer doenças sanguíneas e coronárias como trombos ou pressão arterial alta.

Regulador

Devido à presença de ácidos gordos essenciais, este óleo lhe da ao corpo e regula nele elementos necessários para seu bom funcionamento como o Óleo Ómega-6. Além, ajuda a regular os níveis de colesterol mau no sangue e considera-se capaz de equilibrar os níveis hormonais, o que tem um efeito positivo no síndrome pré- menstrual e menopausa.

Por se fosse pouco, também afecta na libertação dos neurotransmissores do sistema nervoso

Anti-inflamatório e Analgésico

Este óleo oeferece a possibilidade de combater as inflamações em todo o corpo, sobre tudo, as musculares e articulares. No efeito de Óleo de Prímula chega ao sistema nervoso, sendo útil para aliviar as dores e incómodos que pode-se sofrer, sobre tudo, quando trata-se do síndrome pré-menstrual.

Fortalece o sistema imunológico

Este óleo contribui a vigorar e melhorar as defesas naturais do organismo.

Contribui na fertilidade, e ainda que os benefícios são principalmente para as mulheres, em quanto a fertilidade, ajuda tanto a homens como a mulheres.

Melhora a saúde da pele e Fortalece o couro cabeludo

Este óleo é útil para aliviar e lutar contra diversas afeições cutâneas, ajudando a reduzir o acne e a desaparecer manchas na pele. E ainda, ajuda a controlar a produção de gordura e contribui ao rejuvenescimento. Este efeito é possível, graças a presença de minerais e vitaminas que ajudam a controlar a queda de cabelo e que também apresenta uma arma contra a caspa.

GLA é um aliado da mulher para fomentar a saúde da pele, fortalece as unhas e potenciar o brilho do cabelo.

Para que usa-se Óleo de Prímula?

Devido as suas propriedades e benefícios anteriormente explicados, o óleo de Prímula é recomendado para:

Regulação hormonal feminina

Mostrou que é efectivo para lidar com as piores consequenciais de la menopausa, devido a que suas propriedades reguladoras ajudam na reconfiguração do metabolismo. Isto, considera-se algo especialmente útil entendendo que durante esta etapa, apresentam-se mudanças físicas e emocionais que fazem mais difícil a transição.

Adicionar este óleo à dieta diária, acompanhado por uma alimentação equilibrada e exercício físico regular, converte-a na fórmula perfeita para uma fácil transição menopausica..

Síndrome Pré-menstrual (PMS)

O síndrome pré-menstrual define-se como o conjunto de sintomas físicos e psicológicos que aparecem na segunda fase do cilo mestrual desde a ovulação até o inicio da menstruação (entre 7 e 14 dias antes),

 Entre os sintomas estão: dores de cabeça, e de barriga, náuseas e prisão de ventre, sensibilidade mamaria, inflamação, irritabilidade, retenção de líquidos e incómodos em geral.

O Ácido Gamma-Linoleico contribui na produção de prostaglandina E1, um tipo de hormona que reduz a inflamação. Esta propriedade é muito útil no tratamento dos sintomas negativos do síndrome pré-menstrual; não é uma doença em si mesma, mas pode afectar seriamente a qualidade de vida da mulher.

Combater o acne

Devido a que um dos principais benefícios que se centra na regulação de da produção de gorduras, já que possui certos indícios de propriedades anti-bacterianas, esta consegue reduzir a possibilidade de aparição de infecções, e ainda manter a pele hidratadas, ajudando a lutar contra a pele seca e o envelhecimento.

Isto também considera-se útil para a regeneração da células e na diminuição da inflamação proveniente do acne.

Alivia os sintomas da Psoriase

Este apresenta-se como um dos usos mais recomendados, devido as suas propriedades anti-inflamatórias e analgésicos, as que a convertem numa opção ideal para apaziguar os incómodos, sobre tudo a coceira.

Alivia os sintomas da Artrite e  Artrose

Deve-se, a que possui propriedades anti-inflamatórias r analgésicos, graças a presença de ácidos gordos essenciais Ómega 6. E assim, como a meio prazo, o  Aceite de Prímula, permite reduzir a inflamação das articulações e as dores que vem com isto.

Como tomar o Óleo de Prímula?

Deve-se tomar em consideração à concentração e o tempo que vai-se utilizar, para tratamentos rápidos e de alto valor, dependendo da idade, a quantidade pode rondar entre os 2 e os 8 gramo em 24 horas, enquanto que para tratamentos semi-permanentes e menos concentrados, esta costuma a ser de 1000 o 1500 mg diários, mas como indico não pode-se generalizar, cada pessoa deve tomar estritamente o que necessita.

A dose de consumo do Óleo de Prímula deve ser sempre pautada por um especialista devido a que cada organismo é completamente diferente.

O óleo de Prímula pode ser consumido de duas maneiras, uma, por via tópica, a outra líquida, esta é ideal para aplicar directamente sobre a pele e o cabelo, enquanto, pour outro lado, está a via oral com pérolas, comprimidos moles ou com a dissolução direta do óleo essencial.

Fontes

  1. “Óleo de prímula: um tratamento surpreendente para as enfermidades da pele” Mohnert Hermann, 2001.
  2. “Como cura a Prímula” Jordi Cebrián
  3. “Gorduras e Óleo na nutrição humana” Consulta FAO/OMS de expertos. Organização Mundial da Saúde 1993
  4. “Tratado de Nutrição” Ángel Gil. Editorial Panamericana 2010
  5. “Alimentação e Nutrição na vida activa: exercício físico e desporto” Pedro José Benito Peinado, Socorro Coral Calvo, Carmen Gómez Candela, Carlos Iglesias Rosado. UNED
Avaliação de Óleo de Prímula

Planta de Prímula - 100%

Relação Ómega-6 - 98%

Ajuda no organismo - 100%

Eficiência - 100%

100%

HSN Evaluação: 5 /5
Content Protection by DMCA.com
Confira também
pérolas omega
Desmentimos a Mentira sobre o Ómega-3

Vivemos numa época onde somente “clicando” abre-se uma janela com conteúdos quase ilimitados sobre qualquer …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Gostas do nosso HSNBlog?
HSN Newsletter
Então imagina as promoções da nossa loja.

Deixa-nos os teu e-mail e terás acesso às melhores promoções temos para os nossos clientes


aceito a política de privacidade