Fungo Shiitake – Reforça o Sistema Imune do teu Organismo

Fungo Shiitake – Reforça o Sistema Imune do teu Organismo

Os fungos shiitake converteram-se nos últimos anos um produto muito procurado devido as suas propriedades para combater as células cancerígenas, além de ser um elemento que ajuda a lutar contra as infeções e as doenças cardiovasculares. E é que entre as suas propriedades nutritivas se encontram uma grande riqueza em vitamina B, além de um atrativo sabor que tradicionalmente fez que esteja em muitas receitas.

O que são os Fungos Shiitake?

shiitake Lentinus edodes, ou conhecido como o cogumelo da vida, cresce no tronco das árvores como o carvalho, da faia, o eucalipto ou a ensina. De preferência encontra-se em regiões de clima húmido e cálido, e tradicionalmente se criou em países como a Índia e China, onde pudemos compartir nas suas medicinas tradicionais como elemento natural devido a grande quantidade de propriedades nutritivas que apresenta.

Os fungos shiitake se consideram um probiótico altamente eficaz e capaz de manter a microbiota em equilíbrio e de favorecer a resposta imunitária do organismo.

Sempre reagem pelo seu pode para combater as células cancerosas, as doenças cardiovasculares e as infeções do orgasmo, o que fez que se converta durante séculos numa fonte de alimento popular em Ásia.

É o segundo fungo comestível mais popular nesta zona do mundo e já é o terceiro mais cultivado em todo o planeta, já que há anos as suas propriedades benéficas fizeram que se estende-se durante séculos numa fonte de alimento popular na Ásia.

As suas propriedades antivirais, anti bacterianas e anti fúngidas fizeram entrar com força na Europa, como já devem ser feitos outro fungos ‘irmãos’ como o reishi. Os fungos shiitake ajudam a controlar os níveis de açúcar no sangue e a reduzir a inflamação do corpo.

O shiitake é rico em proteínas de alto valor biológico que pode compartir até nove aminoácidos essenciais:

  • Tiamina
  • Riboflavina
  • Niacina
  • Fibra dietética
  • Enzimas
  • Ergosterol
  • Ácido Linoleico

Um heteropolisacárido isolado do corpo frutífero pode inverter a composição alterada da flora intestinal e otimizar a resposta imunitária do organismo.

Ao ser um alimento rico em tantos nutrientes, se considera una planta ou fungo único, já que, como vimos antes, contém aminoácidos em grande quantidade e tipos; entre eles o ácido linoleico, que ajuda a perda de peso e a construção do músculo, sem dúvida um elemento favorecedor para os desportistas que procuram ajustar a sua dieta as necessidades da disciplina, assim como para aportar energia aos músculos durante os treinos e as competições de alta exigência.

Dito ácido linoleico também ajuda na formação dos ossos, melhora a digestão e reduz as energias do organismo, sobre tudo as referidas das sensibilidades dos alimentos que possam representar. Por isto, é um produto, ou tipo de setas comuns, ideal para adicionar nas nossas receitas.

Origem dos fungos shiitake

O cultivo desta espécie nos países do oriente como China ou Japão se consegue faz mais de 2.000 anos, porém, a sua introdução na Europa ocidental é relativamente recente, sendo a maior zona de cultivo para compartir no velho continente Holanda.

Beneficios Shiitake

Nos Estados Unidos a sua fama é muito grande, o que fizeram que seja o segundo fungo mais produzido em todo o mundo, só por trás do cogumelo comum. O seu cultivo nos países asiáticos desde o ano 1.000 d.C. durante a Dinastia Song.

Na antiga China os médicos conheciam o poder deste fungo shiitake e utilizavam como um alimento ativador da força vital nas suas receitas, que proporcionava longevidade, protegia o sistema imune e também se usava, como preventivo, em problemas gastrointestinais, hepáticos, circulatórios, assim como em resfriados e gripes.

Pelas suas características são uma espécie inconfundível na natureza. Talvez o Neolentinus adhaerens, rara espécie de cogumelos de montanha, tendo possível confusão, ainda que a sua carne picante e carece das escamas planas do chapéu. O fungo shiitake é um bom comestível, de sabor um pouco peculiar mas, agradável (pelo que aporta riqueza as receitas), ao que também tem atribuído propriedades medicinais em vários âmbitos.

Deste fungo se retira o polissacarídeo anti tumoral e se estudamos o seu uso como antiviral ou para o tratamento de doenças como a artrite.

O seu cultivo pode ser tradicional, sobre árvores, ou bem sobre substratos artificiais como o vestígio de madeira e matéria orgânica, formato que estendeu nos últimos anos, com o fim de poder gerar de forma natural em casa.

Esteticamente, apresenta um ‘chapéu’ de cogumelos que na maioria dos exemplares tem um diâmetro que pode oscilar entre os cinco e os dez centímetros, de forma convexa durante boa parte do desenvolvimento, com o costume de se aplanar e incluso deprimir um tanto nas últimas etapas de maturidade.

É muito procurado para incluir em muitas receitas, não só nos países asiáticos. Tem uma ‘carne’ espessa e compacta de cor branca, um cheiro fúngico bastante agradável e um sabor específico, que costuma ser igualmente agradável, pelo que sempre foi procurado para incluir nas sopas e outras receitas.

Propriedades dos fungos shiitake

Já vimos como o shiitake foi muito utilizado na medicina tradicional asiática, assim como um alimento de um grande valor popular. Hoje em dia segue sendo em todo o mundo, além de existirem diferentes complementos alimentícios que fazem que tenha sido incluído na dieta diária de uma grande quantidade de pessoa que procuram as suas ajudas para diferentes problemas do organismo.

Entre as principais propriedades encontramos:

  • Fortalece o sistema imunológico, pelo que as suas aplicações podem ser muitas e diversas. Costuma ser de grande ajuda em problema víricos e bacterianos, já que estimula a produção de interferon, linfocitos T e macrófagos. Assim pode ajudar em casos de herpes, gripes ou resfriados.
  • É um aliado em caso de cancro e tumores, pode ter um efeito antioxidante (contém lentinan, betaglucano, o enzima superóxido dismutasa, Vitamina A - Propriedades e Benefícios, Como Tomar...,Vitamina C, E e selênio)
  • É importante em doenças cardiovasculares, já que favorece o controle da hipertensão, reduz o colesterol e diminui a viscosidade do sangue. Isto é possível graças a que contém a eritadenia e a um tipo de fibra chamada chitin
  • Ajuda a digestão pelas suas Enzimas digestivas e a sua Importância, especialmente pepsina e tripsina
  • É um alimento anti envelhecimento, pelo seu alto conteúdo em antioxidantes e, porque favorece aos níveis adequados da hormona do crescimento.
  • O seu conteúdo em ergosterol favorece a Vitamina D quando tomamos sol. É um nutriente muito importante para o Cálcio e o fósforo adequadamente
  • O seu aporte de ácido linoleico ajuda a fabricar diferentes tipos de prostaglandinas

Valor nutricional

No referido aos valores nutricionais dos fungos shiitake, 100 gramas de lentinus nas nossas receitas contêm aproximadamente:

  • 34 calorias
  • 0,5g de gordura
  • 6,8g de hidratos
  • 2,5g de fibra dietética
  • 2,4g de açúcar
  • 2,2g de proteína
  • 4mg de niacina
  • 1,5mg de ácido pantoténico
  • 0,2mg de vitamina B6
  • 0,2mg de riboflavina
  • 18 unidades de vitamina D
  • 0,2mg de manganeso
  • 112mg de fósforo
  • 5,7mg de selênio
  • 0,1mg de cobre
  • 1mg de zinco
  • 304mg de potássio
  • 20mg de magnésio
  • 0,4mg de ferro

Fadiga e Shiitake

Benefícios dos Fungos Shiitake

Sistema imunológico

Os fungos tem a capacidade de estimular o sistema imune e combater muitas doenças mediante o aporte de Vitaminas , minerais e enzimas.

Um estudo publicado no Journal of the American College of Nutrition avaliou a 52 homens e mulheres saudáveis, de 21 a 1 anos de idade para determinar se os fungos shiitake poderia melhorar a função imunológica humana. O estudo incluiu um ensaio de grupos paralelos de quatro semanas no que os participantes consumiram cinco ou dez gramas de fungos ao dia.

Os resultados sugerem que o consumo de fungos melhorou  a função do efetor celular e melhorou a imunidade intestinal. Também teve uma redução da inflamação devida ao consumo dos fungos, devido às mudanças observadas nos níveis de citocina e PCR sérica.

Como ajuda a saúde cardiovascular

A presença de esterol nos fungos shiitake, que interferem na produção de colesterol no fígado, favorece a saúde cardiovascular do organismo. Contém fitonutrientes potentes que ajudam a evitar que as células colem nas paredes dos vasos sanguíneos e formem acumulação de placa, a qual faz que se mantenha uma pressão arterial melhora a circulação.

Propriedades antimicrobianas

A ajuda para acabar com as doenças bacterianas foram provadas em diferentes estudos e investigações nos últimos anos. Em concreto, em 2011 o UCL Eastman Dental Institute de Londres provou os efeitos antimicrobianos do shiitake na gengivite. Esta doença pode-se curar com uns custos muito altos que qualquer pessoa não pode permitir. A eficácia dos fungos com a do componente do enxague bucal principal da gengivite, que contém clorohexidina.

O número total de bactérias, assim como o número de oito organismos chave na comunidade oral foram investigados depois do tratamento. Os resultados indicaram que o extrato de fungos shiitake reduziu o número de alguns organismos patógenos sem afetar aos organismos associados com a saúde, em diferença da clororhexidina, que teve efeito limitado em todos os organismos.

Aumento de energia

Os fungos são uma grande fonte de vitamina B, o que ajuda a converter os nutrientes dos alimentos na energia utilizável, altamente necessária para os altos ritmos de vida que levemos no nosso dia a dia. Da mesma forma, a presença alta de vitaminas deste grupo ajuda a manter a concentração durante o dia, incluso melhorando o rendimento cognitivo.

Adicionar fungos shiitake na dieta diária pode ser muito positivo para os desportistas, já que conseguirá aumentar a fonte de energia, assim como a concentração para os treinos diários, depois de duras jornadas de trabalho, assim como para as competições mais exigentes.

Gerador de Vitamina D

Os fungos aportam uma cifra importante de vitamina D, maior que os cogumelos. A sua importância se relaciona com a saúde dos ossos, assim como para reduzir o risco de doenças cardíacas, diabetes, doenças autoimunes e alguns tipos de cancro, como veremos posteriormente. É vital para a absorção e o metabolismo do cálcio e fósforo.

Obter um amplo subministro de vitamina D também ajuda a regular e apoiar o sistema imunológico, manter um peso corporal saudável, manter a função cerebral a medida que envelhece, reduzir a gravidade dos sintomas de asma, reduzir o risco de desenvolver artrite reumatoide nas mulheres e reduzir o risco de desenvolver a esclerose múltipla.

Conforme algumas investigações, os fungos shiitake, assim como o salmão selvagem, os lácteos crus e os ovos, são os melhores alimentos ricos em vitamina D.

Como combate a obesidade

Certos componentes do shiitake tem efeitos hipo-lipidémicos como redutores de gordura: eritadenina e betaglucano, uma fibra dietética solúvel que também encontramos na cevada, o centeio e a aveia. Os estudos reportarm que o betaglucano pode aumentar a saciedade, reduzir a ingestão de alimentos, atrasar  absorção de nutrientes e reduzir os níveis de lípidos no plasma.

Ajuda a manter a saúde da pele

Os fungos contêm um alto conteúdo em selênio (100g de ditos fungos aportam ao organismo 5,7mg de selênio), fator que quando se une à Vitamina A - Propriedades e Benefícios, Como Tomar... e E pode ajudar a reduzir doenças da pele como acne severo e as cicatrizes que podem ficar uma vez passem.

Num ensaio aberto, 29 pacientes com graves problemas de acne receberam 0,2mg de selênio e 10mg de tocoferil succinato para o seu acne duas vezes ao dia durante seis ou doze semanas. Depois do tratamento, os pacientes notaram resultados positivos. O zinco dos fungos shiitake promove a função imunológica e reduz a acumulação de DHT para melhorar a cicatrização da pele, evitando desta forma a permanecia de restos da doença e das suas possíveis marcas na pele.

Como destrói as células cancerígenas

As investigações sugerem que os fungos shiitake contém um polisacárido que ajuda a combater as células cancerosas e que o lentinan nos fungos shiitake ajuda a curar o dano cromossómico causado para os tratamentos anticancerosos.

Isto sugere que os fungos shiitake poderiam ser usados como um potencial tratamento natural para o cancro.

O lentinan que contém os fungos aumentando os linfocitos T. El KS-25 é efetivo na hora de erradicar determinados tumores e o LAPI está demonstrado que é primordial para eliminar os tumores de fígado em animais.

Shiitake Propriedades

No ano 2004, dois investigadores polacos, B. Balasinska e J. Rajewska, afirmavam em um dos estudos que: “Os fungos comestíveis são uma valiosa fonte de compostos biologicamente ativos. Alguns são usados para a prevenção e terapia de doenças como o cancro e doenças cardiovasculares. O seu mecanismo antitumoral é complexo. As substâncias biologicamente ativas nos fungos diminuem o dano sobre o ADN, reduzem as concentrações carcinógenas e a sua ativação, inibem o crescimento das células cancerosas através da eliminação dos radicais livres, estimulam o sistema imune e induzem a apóptose das células cancerosas”.

Os fungos contém um alfa-glucano chamado AHCC (active hexose correlated compound), que é uma mistura de aminoácidos, polisacários e minerais. Até o momento este composto foi identificado só nos fungos shiitake e são bem conhecidos pelas suas propriedades anti-tumoral. Os estudos em humanos e de laboratório demonstraram que o AHCC aumento o número e a atividade das células assassinas naturais, células dendritícas e cetoquinas no organismo: as quais permitem o corpo responder eficazmente as infeções e bloquear a proliferação de tumores. Em resumem, fortalece e melhora a função do sistema imune.

A maioria das investigações clínicas como cohortes de pacientes pequenos, realizadas principalmente no Japão, sugeriram que o lentinan que comporem os fungos shiitake é seguro e que possivelmente está associado com a qualidade de vida e o tempo de supervivência dos pacientes com cancro gástrico, hepático e pancreático, mas na sua maior parte, os estudos não foram confirmados em ensaios clínicos mais grandes, aleatórios e controlados.

As primeiras investigações clínicas com cohortes de pacientes pequenos, realizadas principalmente no Japão, sugeriram que o lentinan que compõe os fungos shiitake é seguro e que possivelmente esteja associado com a qualidade de vida e o tempo de supervivência dos  pacientes com cancro gástrico, hepático e pancreático, mas na sua maior parte, os estudos não foram confirmados com ensaios clínicos maiores, aleatórios e controlados.

Um estudo não aleatório publicado em 2011 de 78 pacientes com cancro gástrico ou recorrente não ressecado encontrou que os pacientes que recebiam lentinan mais paaclitaxel ou quimioterapia com cisplatino experimentaram uma medida de supervivência geral mais longa que os que recebiam quimioterapia isolada (sobrevivência geral mediana: 689 dias diante a 656 dias).

A mesma equipa de investigação reportou em 2016 que três pacientes com cancro gástrico e metástase hepática, que receberam lentinan um ou duas ao mês mais quimioterapia com cisplatino e paclitxel ou trastuzumab, experimentaram respostas tumorais objetivas (1 resposta completa e 2 respostas parciais) mas, devido a que este foi um estudo de cohorte muito pequena e incontrolado, não é possível determinar o papel causal do lentinan nestes resultados.

Quem pode tomar os fungos shiitake

  • Pessoas que precisam melhorar o seu sistema imune por qualquer doença
  • pessoas que padecem hipertensão
  • Pessoas que procuram melhorar a sua digestão diária
  • Doentes de cancro ou que estejam realizando tratamentos de quimioterapia
  • Doentes de hepatite

Contraindicações do shiitake

Apesar da quantidade de ajudas que pode gerar a ingestão de fungos shiitake graças as suas propriedades e nutrientes, alguns estudos demonstraram que a ingestão excessiva de shiitake nas receitas pode produzir uma série de contra indicações.

Tomado como alimento, o shiitake raramente provoca algum tipo de reação, ainda que em algumas pessoas possam produzir leves problemas intestinais ou alergias cutâneas.

Como complemento nutricional, as grávidas ou que estejam amamentando, assim como as pessoas que tomem anticoagulantes, devem consultar com o seu médico ou especialista antes de consumir, já que ainda que não existam suficientes investigações nestes casos de uso.

Shiitake origen

Os fungos contêm uma quantidade de purinas, um composto contém uma grande quantidade que se descompõe em ácido úrico. Uma dieta rica em purinas pode elevar os níveis de acido úrico no corpo, a qual algumas vezes leva a que se apresente gota. Se experimentas os sintomas da gota, limitar o seu consumo.

Na HSN recomendamos a ingestão controlada de todos os complementos alimentares, tomando sempre como referência as indicações que podem encontrar a informação dos mesmos. No caso de utilizar de forma natural, nunca recomendamos a ingestão de fungos shiitake mais de uma vez durante a mesma.

Quem não deve tomar Shiitake

  • Mulheres grávidas ou em períodos de amamentação
  • Pessoas com problemas intestinais
  • Pessoas que apresenta problemas alérgicos cutâneos com relativa facilidade
  • Afetados por ácido úrico

Os fungos shiitake ante outros fungos

São muitos os fungos ou cogumelos procurados no mercado,  já seja de forma natural ou em complementos nutricionais, mas queremos ressaltar as ajudas que o shiitake da ao organismo com respeito a outros super alimentos similares:

  • Shiitake: Combate as células cancerosas e as doenças infeciosas, estimula o sistema e as doenças infeciosas, estimula o sistema imunológico, promove a função cerebral e serve como fonte de vitamina B.
  • Maitake: Melhora a saúde dos pacientes com SIDA e regula os níveis de açúcar no sangue dos diabéticos. Pode reduzir a hipertensão e reforçar o sistema imune.
  • Reishi: Combate a inflamação, a doença hepática, a fadiga, o crecimento de tumores e o cancro. Melhora as desordens da pele e alivia os problemas estomacais e o síndrome de filtração intestinal.
  • Cordyceps – Fungo Milenário com espetaculares prestações Terapêuticas: Tem efeitos antienvelhecimento e reforça a função imunitária. Melhora a resistência e o rendimento atlético e desportivo, combate a diabete e melhora a função hepática.

Como tomar os fungos shiitake

Os fungos shiitake se pode encontrar desde faz anos em muitos mercados, devido à expansão que o seu cultivo sofreu desde um tempo atrás. Pode-se consumir nas receitas de frescos, secos ou desidratados, como acontece em outros fungos. Pela sua parte, nos últimos se desenvolveram muitos complementos alimentares que incluem extratos dos fungos, incluindo todos os nutrientes que podem conseguir diretamente nos frescos. Existem alguns produtos diretamente nos frescos. Existem alguns produtos com shiitake em pó, com o fim de incluir em qualquer receita tradicional, com o fim de conseguir a comida de um sabores curiosos e únicos, como o deste fungo.

O desidratado, não seco, geraram a sua comercialização nos últimos anos. Desta forma todo o mundo pode dispor de ditos fungos de forma fácil na sua cozinha. Além disso, muitas opiniões dizem que acentua ainda mais o seu sabor nesta forma de apresentar, além de ser necessária a sua conservação em frio, diferente ao dos fungos frescos. Para a sua utilização, somente se devem mergulhar durante uns 45 minutos, utilizando doze partes de líquido por cada produto. Recomenda-se sempre continuar as instruções do produto desidratado antes do seu uso.

Os fungos shiitake frescos, outra das opções de encontrar e a mais tradicional, ainda que na Europa podemos obter desde não faz muitos anos, limpam uma peneira ou pode-se limpar com um pano molhado se são mais frescos.  Se os talos estão meio duros descartam ou se utilizam para fazer sopa, a forma mais tradicional nos países de origem destes fungos. As tampas dos shiitake se cortam em rodelas, como fazemos com os cogumelos tradicionais, e se colocam uns minutos a fogo alto ou se fervem a fogo lento em sopas e guisados. Outra opção é colocar  à grelha.

Dieta com Shiitake

Ao comprovar devemos olhar bem que não estejam sujos, mofo ou manchas, já que então será melhor retirar e não usar, já que poderiam produzir reações alérgicas. Por dentro pode-se guardar na geladeira durante sete dias aproximadamente, não sendo recomendável aguentar durante mais dias.

Em caso de comprar secos, só deve molhar em agua morna durante 15 minutos antes de usar para qualquer receita. Podemos fazer que os shiitakes fiquem secos nós mesmos.

Sem ter metido ainda em como utilizar na refeição, sim queremos ressaltar que tradicionalmente os fungos tomaram uma infusão e um chá. Para isto, cortam em rodelas muito finas dos fungos shiitake e adicionar a uma taça de agua fervendo, deixando repousar uns cinco minutos.

O shiitake se converteu também num complemento alimentar com grandes propriedades nutricionais. Pode-se encontrar em cápsulas e comprimidos. Habitualmente a ingestão deste formato se realiza diariamente (atendendo as recomendações que nos dê um especialista). Quando se deseja um efeito terapêutico rápido.

Os Fungos Shiitake na cozinha

Muitos especialistas dos fungos shiitake defendem que se deve comer tanto a cabeça como o talo, mas, em geral não se fala de quantidade. Uma das maiores recomendações na cozinha é não queimar, com somente sete minutos salteados estão prontos para consumir (frescos e secos).

Os fungos são um alimento versátil que pode ser incorporado numa variedade de pratos. Quando compre os seus shiitake procure fungos que sejam firmes e gordos. Evite os fungos que vejam viscosos ou enrugados, já que não são frescos. Armazenar os fungos frescos no frigorífico numa embalagem fechada ou num recipiente com tampa, desta forma se pode manter frescos durante aproximadamente uma semana.

Tenha certeza de enxaguar bem os fungos antes de cozinhar. Pode-se colocar num recipiente com líquido quente durante uns 10 minutos para eliminar qualquer resíduo e depois enxaguar bem e secar bem, sobre tudo cuidadosamente a cabeça do fungo. Somente resta adicionar ao pequeno-almoço, almoço ou janta, no prato e na sua forma preferida.

Como utilizar na cozinha

A continuação, apresentamos uma atrativa receita para cozinhar os fungos shiitake:

Vamos a realizar uma receita de wok shiitake com verduras, muito fácil e rápida de fazer na nossa cozinha, e onde vamos poder obter todos os nutrientes destes fungos, além de poder introduzir de forma completa na nossa dieta, ao contar com grandes propriedades para os desportistas.

Ingredientes

  • Una bandeja de fungo de shiitake
  • Um saco de cinco verduras cortadas (abobrinhas, pimento vermelho, cebola, alho-poro e pimento verde, ainda que se podem modicar a gosto.
  • Um copo de arroz integral
  • Uma colher de pimentão, doce ou picante, ao gosto.
  • Molho de soja
  • Óleo de oliva virgem extra

Realização

Cozinhe o arroz numa tigela e líquido até terminar. Nesses tempos nós lavamos, secamos (importante), cortamos e refogamos os cogumelos shiitake no wok com um pouco de aceitação da azeitona.

No caso em que há uma mudança na qualidade dos alimentos, deve-se ter em conta que, no caso da fruta, mais sabor.

Já teria que colocar no prato o salteado e o arroz em partes iguais, misturar e pronto para beber. Uma receita rápida e muito nutritiva.

Cultivar Fungos Shiitake

A moda dos fungos levou a muitas pessoas a cultivar com o seu próprio produto natural (não secos) em casa, para ter fácil na comida, ainda que se precisam uma série de condições particulares para poder cumprir com o desenvolvimento e crescimento destes fungos.

Cultivo Shiitake varios

É verdade que  cultivo de fundos shiitake pode-se dar em diferentes formatos. Por um lado, existe a venda de substratos inoculados com as sementes ou micelio dos fungos shiitake, com o único que temos que fazer é procurar o melhor lugar, lugares frescos e não secos, na nossa casa ou jardim e somente com pulverizar e manter eles frescos sempre; ou bem construindo o espaço perfeito em troncos inoculados, fazendo o mesmo efeito do seu crescimento natural original em países asiáticos como China ou Japão. No exemplo que vai mostrar a continuação vamos utilizar alpacas de palha como substrato de cultivo.

Entre as necessidades que temos antes de desenvolver este cultivo encontramos:

  • Micelio ou semente. Cada 150 gramas de micelio vais precisar 2,5 kilos alpacas de palha
  • Palha de trigo Micelio
  • Uma panela
  • Umas tesouras
  • Um saco para cultivo
  • Luvas de látex

Para a sua execução:

Põe uma panela grande ao fogo com uns quatro litros de agua. Corta a palha em pedaços de não mais de cinco centímetros de longo. Deixa que ferva durante dez minutos e depois vai soltando a palha. Tens que cobrir por completo a palha, com o fim de esterilizar tudo. O líquido precisa estar a uns 100ºC durante uma hora aproximadamente.

Após isso, ocorre a palha com tranquilidade, tomando o tempo necessário. Ao esfriar poderá manipular com o fim de introduzir no saco de cultivo. Temor que ir misturando a introdução de palha e semente, e deves ir humedecendo regularmente com um pulverizador.

Uma vez introduzido, deixa o saco num lugar húmido, fresco e escuro, com circulação de ar. É muito importante manter sempre húmido. Demorariam em aparecer através do saco de cultivo dos fungos shiitake entre cinco e seis dias, somando entre quatro a cinco dias para poder cortar e desfrutar nas tuas receitas dentro da cozinha. Este sistema se pode utilizar para ditos fungos ou cogumelos de diferentes tipos.

Estudos e Referências dos Fungos Shiitake

  1. Sugiyama K, Akachi T, Yamakawa A. Hypocholesterolemic action of eritadenine is mediated by a modification of hepatic phospholipid metabolism in rats. 1995 Aug;125(8):2134-44.
  2. Hirasawa M, Shouji N, Neta T, Fukushima K, Takada K. Three kinds of antibacterial substances from Lentinus edodes (Berk.) Sing. (Shiitake, an edible mushroom). Int J Antimicrob Agents. 1999 Feb;11(2):151-7.
  3. Xu X, Yang J, Ning Z, Zhang X. Lentinula edodes-derived polysaccharide rejuvenates mice in terms of immune responses and gut microbiota. Food Funct. 2015 Aug;6(8):2653-63. doi: 10.1039/c5fo00689a. Epub 2015 Jul 2.
  4. Vieira AT, Teixeira MM, Martins FS. The role of probiotics and prebiotics in inducing gut immunity. Front Immunol. 2013 Dec 12;4:445. doi: 10.3389/fimmu.2013.00445.
  5. Dai X, Stanilka JM, Rowe CA, Esteves EA, Nieves C Jr, Spaiser SJ, Christman MC, Langkamp-Henken B, Percival SS. Consuming Lentinula edodes (Shiitake) Mushrooms Daily Improves Human Immunity: A Randomized Dietary Intervention in Healthy Young Adults. J Am Coll Nutr. 2015;34(6):478-87. doi: 10.1080/07315724.2014.950391. Epub 2015 Apr 11.
  6. Ciric L, Tymon A, Zaura E, Lingström P, Stauder M, Papetti A, Signoretto C, Pratten J, Wilson M, Spratt D. In vitro assessment of shiitake mushroom (Lentinula edodes) extract for its antigingivitis activity. J Biomed Biotechnol. 2011;2011:507908. doi: 10.1155/2011/507908. Epub 2011 Sep 28.
  7. Calvaresi E, Bryan J. B vitamins, cognition, and aging: a review. J Gerontol B Psychol Sci Soc Sci. 2001 Nov;56(6):P327-39.
  8. Michaëlsson G, Edqvist LE. Erythrocyte glutathione peroxidase activity in acne vulgaris and the effect of selenium and vitamin E treatment. Acta Derm Venereol. 1984;64(1):9-14.
  9. Ng ML1, Yap AT. Inhibition of human colon carcinoma development by lentinan from shiitake mushrooms (Lentinus edodes). J Altern Complement Med. 2002 Oct;8(5):581-9.
  10. Oba K, Kobayashi M, Matsui T, Kodera Y, Sakamoto J. Individual patient based meta-analysis of lentinan for unresectable/recurrent gastric cancer. Anticancer Res. 2009 Jul;29(7):2739-45.

Enlaces Relacionados com o fungo Shiitake:

  • Os 13 Melhores Alimentos para Reforçar o teu Sietema Imunológico
  • Bromelaína: O que é, Propriedades, Benefícios para Melhorar a Digestão das Proteínas
  • <a title=”Comprar Shitake on-line na HSN” rel=”noopener” href=”//www.hsnstore.com/comprar/suplementos-shiitake” target=”_blank”>Comprar Shitake on-line na HSN</a>
Avaliação Fungo Shiitake

Melhora o Sistema Imune - 100%

Perda de Peso - 100%

Cultivo - 100%

Efetividade - 100%

100%

HSN Evaluação: 5 /5
Content Protection by DMCA.com
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Gostas do nosso HSNBlog?
HSN Newsletter
Então imagina as promoções da nossa loja.

Deixa-nos os teu e-mail e terás acesso às melhores promoções temos para os nossos clientes


aceito a política de privacidade