Vitaminas: Para que serve, Tipos, Como tomar. A guia DEFINITIVA. Blog de Fitness, Nutrição, Saúde e Desporto | Blog HSN
Home / Nutrição / Vitaminas

Vitaminas

Vitaminas

Normalmente, é muito difícil tomar, através da alimentação, as vitaminas que o nosso corpo necessita diariamente. Por este motivo, os nutricionistas recomendam a ingestão de suplementos dietéticos de multivitaminas.

Aqui oferecemos-te informação detalhadas sobre as vitaminas e nutrientes mais importantes, as suas funções e onde os podes encontrar. Ao conhecer esta informação, podes perceber como as vitaminas, os minerais e os oligoelementos essenciais influem no teu bom estado físico, na tua aparência e no teu bem-estar.

Vitaminas: o melhor seguro para sua saúde

As investigações mais recentes demonstraram que uma deficiência em vitaminas tem consequências graves para o organismo, muito maiores do que se pensava até agora.

É por este motivo que a maioria dos nutricionistas recomendam tomar diariamente um comprimido de multivitaminas/minerais, como o melhor “seguro de saúde” para compensar eventuais deficiências nutricionais.

Não deixe a tua saúde ao acaso. O consumo adicional de suplementos de vitaminas e minerais garante que o teu corpo tenha todos os nutrientes que precisa. Por este motivo, milhões de pessoas já tomam todos os dias.

Quanto tempo demora até notar os efeitos dos complexos multivitamínicos?

O tempo que se demora a sentir os efeitos dos suplementos dietéticos de vitaminas depende do grau de deficiência de vitamina que tenha o organismo. Se tens uma grave carência de vitaminas, o teu corpo tem uma demanda maior e demorarás mais tempo a notar os efeitos.

Em geral e, dependendo de cada caso, os efeitos das vitaminas podem começar a notar-se desde as 3 às 12 semanas.

É melhor tomar suplementos individuais de cada vitamina ou um complexo multivitamínico?

Basicamente, o mais recomendado é tomar um complexo multivitamínico. Deste modo, garantimos que o nosso corpo receba todos os dias todos os nutrientes e substâncias vitais que necessita.

Além disso, dependendo das necessidades particulares, pode-se também tomar um suplemento dietético de uma vitamina individual, além do complexo vitamímico. Por exemplo, se és fumador, deves tomar uma dose extra de vitamina C.

No caso de que tenhas o colesterol alto, podes adicionar uma cápsula de ómega-3. Se és dos que querem manter a pele jovem e firme durante mais tempo, o ideal seria tomar cápsulas de OPC ou de aminoácidos

No entanto, deves tomar sempre um complexo de multivitaminas e minerais básico, para fornecer os nutrientes essenciais e conseguir, com isso, um efeito ótimo.

Classificação das Vitaminas

Podemos classificar as vitaminas como hidrossolúveis e lipossóluveis em função de que sejam solúveis em água ou em gorduras e azeites, o que irá determinar a sua absorção, armazenamento do organismo e excreção.

Vitaminas Hidrossolúveis (grupo B e C), Características:

  • São aquelas que se dissolvem em água. O seu armazenamento é mínimo por isso devemos tomar diariamente.
  • Absorção por difusão passiva
  • Excreção à nível urinário: se existe um excesso de vitaminas hidrossolúveis se excreta pela urina, pelo que não existe um efeito tóxico por muito elevada que seja a ingestão

Vitaminas lipossolúveis (A,D,E e K), Características:

  • São aquelas que se dissolvem em gorduras e azeites. Se armazena no fígado e depósitos gordos.
  • Absorção mediada por sais biliares.
  • Excreção à nível fecal.

Vitamina A, essencial para a visão

A vitamina A é lipossolúvel. Além das suas propriedades para manter a visão em perfeitas condições, a vitamina A também é crucial para:

  • Manter o tecido da pele e o cabelo saudáveis e fortes
  • Para ter as defesas fortes
  • Para as células estejam saudáveis
  • Para a manutenção do sangue
  • Para manter a libido alta
  • Para manter os ossos e os dentes fortes
  • Para ter unhas saudáveis
  • Para manter o muco em boas condições
  • Para favorecer a fertilidade
  • Tal e como indicamos antes, para manter em ótimo estado a visão

visão vitaminas

Fontes naturais de vitamina A, alimentos que contêm vitamina A:

A vitamina A pode ser encontrada nos seguintes alimentos: fígado, frutas de cor avermelhada e laranjada como cenouras (como beta-caroteno), espinafre (como beta-caroteno), queijo, salmão, alperce (como beta-caroteno), papaia (como beta-caroteno), couve (como beta-caroteno) e gema de ovo.

Dica: Se trabalhas durante muitas horas em frente ao computador ou vês televisão durante muitas horas, deves ter a suficiente aportação de vitamina A. Os olhos devem regular 10.000 vezes os estímulos recebidos de luz/escuridão. Estes estímulos luminosos produzem retinol rodopsina, o que requer uma grande quantidade de vitamina A.

Vitamina B1, a vitamina da energia

As vitaminas do grupo B são hidrossolúveis. A Vitamina B1 é essencial para:

  • Aumentar a memória
  • Ter maior agilidade mental
  • Rápida cicatrização das feridas
  • Acalmar os nervos
  • Para metabolizar os hidratos de carbono
  • Para favorecer uma boa digestão
  • Para manter o coração forte e saudável
  • Para ter mais energia

Fontes naturais da vitamina B1, alimentos que contêm vitamina B1:

Gérmen de trigo, levedura de cerveja, spirulina, cereais integrais, sementes de girassol, nozes, gema de ovo, fígado e trigo sarraceno.

Dica: Se fumas, bebes muito café ou chá, sofres stress ou tomas a pílula, necessitas de uma quantidade adicional de vitamina B1.

Vitamina B2, a faísca das células

A vitamina B2 é importante:

  • Para a energia e respiração celular
  • Para ter uma pele e cabelo saudáveis
  • Para o metabolismo das gorduras, hidratos de carbono e proteínas
  • Para aumentar a fertilidade
  • Para obter uma boa vista
  • Para o bom funcionamento da tiroide
  • Para ter unhas fortes[/checkist]

vitamina b7

Fontes naturais da vitamina B2, alimentos que contêm vitamina B12:

Fígado, spirulina, amêndoas, salmão, gema de ovo, queijo, leite, cereais integrais e vegetais de folha verde

Dica: Se estás submetido a muito stress, necessitas uma grande quantidade de vitamina B2. Muitas pessoas têm uma forte pressão, devido ao trabalho, a determinadas situações pessoais ou a problemas pontuais. As reservas de vitamina B2 consomem-se rapidamente por causa das hormonas do stress.

Vitamina B3 (niacina), ter nervos de aço

A vitamina B3 ou niacina é importante para:

  • A produção das hormonas relacionados com a sexualidade
  • Manter um sistema nervoso em boas condições
  • Favorecer a boa digestão
  • Ter a derme saudável
  • Reduzir o colesterol
  • Ter um estado de ânimo positivo
  • A boa oxigenação do sangue

Fontes naturais de vitamina B3, alimentos que contêm vitamina B3:

Levedura de cerveja, amendoins, spirulina, salmão, atum, frango e cordeiro.

Dica: O maior inimigo da vitamina B3 é o açúcar. Se comes frequentemente doces, chocolate, rebuçados, gomas, coca-cola e outras bebidas açucaradas, é possível que tenhas uma deficiência de vitamina B3.

Vitamina B5 (ácido pantoténico), a vitamina contras os cabelos brancos

A vitamina B5 é importante para:

  • Ganhar energia e vitalidade
  • Metabolizar as gorduras, as proteínas e os hidratos de carbono
  • A formação dos pigmentos do cabelo (para evitar os cabelos brancos)
  • Manter o tecido conjuntivo e a cartilagem saudável
  • Nervos saudáveis
  • Aumentar a capacidade de concentração

Fontes naturais de vitamina B5, alimentos que contêm vitamina B5:

Rins, levedura, cogumelos, ovo, abacate, salmão, feijão verde e brócolos.

Dica: Se quando te levantes notas que os teus braços e pernas estão rígidos, doloridos e tens dificuldade para mover-te, pode ser que sofras de uma deficiência de vitamina B5.

Vitamina B6, a vitamina dos desportistas

A vitamina B6 é importante para:

  • O metabolismo das proteínas
  • Para lidar com o stress
  • Para manter os níveis de açúcar no sangue estáveis
  • Facilitar a vitalidade e o bem-estar
  • Para aumentar as defesas
  • Para as mulheres durante a gravidez e a menopausa
  • Para o ótimo funcionamento do cérebro

Fontes naturais da vitamina B6, alimentos que contêm vitamina B6:

Fígado, salmão, sardinha, bananas, abacates, tâmaras, figos, nozes e sementes de soja.

Dica: A concentração de vitamina B6 diminui no organismo um 20%, apenas três horas depois de tomar a pílula. Isto representa um grave risco para as mulheres que tomam a pílula, já que poderia chegar a causar transtornos mentais. A vitamina B6 também é especialmente importante durante a menopausa, uma vez que a sua ingestão neutraliza a perda da massa óssea associada com a menopausa.

vitamina b12

Vitamina B12, essencial para a energia muscular

A vitamina B12 é importante para:

  • Os ossos
  • Os níveis ótimos de gordura
  • O cérebro e o sistema nervoso
  • A formação dos glóbulos vermelhos
  • A agilidade mental
  • A força e energia muscular
  • A divisão celular e a formação de ADN e ARN
  • Lidar com o stress
  • Manter um estado de ânimo positivo

Fontes naturais da vitamina B12, alimentos que contêm vitamina B12:

Ostras, spirulina, arenque, gema de ovo, produtos lácteos, couve, carne e peixe.

Dica: A vitamina B12 é encontrada principalmente na carne e, portanto, a sua contribuição é um problema para os vegetarianos. Especialmente no caso de vegetarianos que não consomem nem leite nem ovos. Nestes casos, a ingestão de suplementos dietéticos de vitamina B12 é imprescindível para assegurar os níveis adequados de vitamina B12 no organismo.

Ácido fólico, a vitamina do bem-estar

O ácido fólico é importante para:

  • A formação dos glóbulos vermelhos
  • A divisão celular e o desenvolvimento saudável do feto
  • As endorfinas, hormonas da felicidade
  • A serotonina e a noradrenalina
  • As pessoas stressadas
  • Cabelo saudável e forte
  • A atividade gastrintestinal

Fontes naturais de ácido fólico, alimentos que contêm ácido fólico:

Fígado, gérmen de trigo, levadura de cerveja, gema de ovo, nozes, beterraba, espargos e legumes.

Dica: É aconselhável tomar uma quantidade extra de ácido fólico quando se está a planear uma gravidez, já que é necessário para o desenvolvimento saudável do feto e também ajuda a prevenir os partos prematuros, os abortos espontâneos e qualquer deformidade no bebé.

Biotina, a vitamina da beleza

A biotina é importante para:

  • A pele
  • Manter os níveis de açúcar no sangue estáveis
  • Para o metabolismo equilibrado das gorduras
  • Para que o cabelo e as unhas cresçam saudáveis
  • Para os músculos saudáveis
  • Energia para o cérebro e as células nervosas

Fontes naturais de biotina, alimentos que contêm biotina:

Fígado, spirulina, soja, gema de ovo, frutos secos, cereais integrais, levadura de cerveja, salmão e arroz integral.

Dica: A biotina é necessária para ter a derme sedosa e luminosa e para manter o cabelo forte e brilhante. A biotina tem um efeito maior que muitos produtos cosméticos caros. A biotina também se gera no intestino pela ação das bactérias. Quando a flora intestinal é danificada pela nicotina, álcool, ou por alimentos pouco saudáveis, pode produzir-se uma deficiência de biotina no organismo.

Vitamina C, a melhor proteção celular

A vitamina C é hidrossolúvel e é importante para:

  • Manter as defesas do organismo
  • Proteger-nos dos radicais livres
  • Regeneração dos tecidos
  • Pele firme e macia
  • O metabolismo do cálcio no organismo
  • As gengivas saudáveis
  • O otimismo e a felicidade
  • Concentração mental
  • A elasticidade dos vasos sanguíneos

vitamina c

Fontes naturais de vitamina C, alimentos que contêm vitamina C:

Frutas como cereja, kiwi, limões, laranjas, toranjas, framboesas. Também os espinafre, a couve e os pimentos.

Dica: Tomar vitamina C é especialmente importante para as pessoas que fumam. Devido ao aumento acentuado dos radicais livres, devemos tomar uma maior quantidade de vitamina C. O deficit de vitamina C pode causar rugas prematuras. Ao tomar vitamina C podem-se prevenir e neutralizar estes sintomas.

Vitamina D, a vitamina do sol

A vitamina D é lipossolúvel e é importante para:

  • Manter os ossos fortes
  • Dentes fortes e saudáveis
  • Bem-estar e alegria
  • Fortalecer o sistema imunológico
  • Prevenir a osteoporose
  • Prevenir o cancro de cólon e de mama
  • Quando se tem baixos níveis de vitamina A

Descobre como a vitamina D afecta ao rendimento desportivo.

Fontes naturais de vitamina D, alimentos que contêm vitamina D:

Fígado, óleo de fígado de bacalhau, gema de ovo, leite, produtos lácteos, manteiga, fermento, legumes, atum, arenque, sardinha e margarina. Esta vitamina não se encontra nas frutas, nem nas verduras.

Dica: Receber durante meia hora a luz do sol é suficiente para os níveis de vitamina D que o organismo necessita. No entanto, quando se vive em zonas onde há pouca luz solar, deve-se tomar vitamina D para evitar esta deficiência.

Vitamina E, a vitamina que dá energia às células

A vitamina E é lipossolúvel e é importante para:

  • Proteger as células dos efeitos nocivos causados pelos radicais livres
  • Para a prevenção das doenças degenerativas
  • Produção de esperma suficiente
  • Ter uma boa circulação
  • Aceleração da cicatrização das feridas
  • Curar os problemas de cicatrização
  • Pessoas sujeitas a um forte stress físico
  • Sistema cardiovascular saudável

´fonte vitamina e

Fontes naturais de vitamina E, alimentos que contêm vitamina E:

Óleo de germe de trigo, sementes de girassol, soja, amêndoas, spirulina, frutos secos, pimenta, semente de linho e salmão.

Dica: Os desportistas e os atletas necessitam uma maior quantidade de vitamina E. A vitamina E favorece que chegue o oxigénio suficiente aos músculos, o que ajuda a aumentar a força e o rendimento físico. O oxigénio é muito importante para os músculos, uma vez que evita os efeitos prejudiciais dos radicais livres.

Táboa-Resumen das Vitaminas

O termo vitamina, dado pelo Dr. Funk, passa a significar “aminas da vida”, embora certamente não tenha atividade amínica, sem vitaminas não há vida. A principal característica que diferencia as vitaminas dos minerais é sua natureza orgânica versus a natureza inorgânica dos minerais. A função das vitaminas é regular muitos dos processos químicos que ocorrem no corpo, de modo que cada vitamina tenha uma quantidade e um papel específicos. O corpo não pode fazer a maioria das vitaminas, daí a importância de uma dieta balanceada para não causar estados de deficiência, embora as necessidades vitamínicas sejam mínimas, sua falta no corpo é catastrófica.

tabela resumo

As vitaminas se classificam em dois grupos:

  • Hidrosolúveis
  • Liposolúveis
As solúveis em água são as 8 vitaminas do grupo B e da vitamina C. São solúveis em água e devem ser consumidas diariamente, pois o corpo tem uma capacidade muito baixa de armazená-las, de forma que as que não são consumidas são eliminadas pela urina. As vitaminas lipossolúveis (A, D, E e K) são solúveis em um meio gorduroso e são armazenadas no corpo, especialmente no fígado, de modo que temos certa reserva contra a sua falta; porém; eles não devem ser consumidos mais do que o necessário, porque o excesso (mais de 10 vezes a quantidade recomendada) ou hipervitaminas podem causar sérios problemas de saúde.

Vitaminas Hidrosolúveis

Próximo Prev

Vitamina C (ácido ascórbico)

Funções

Antioxidante, transportador de O2 e H2, Coenzima na síntese de colágeno, Coenzima na síntese de noradrenalina, Absorção de ferro (Fe), também participa do metabolismo de lipídeos e certos aminoácidos

Deficiência

Córcega: Inflamação das gengivas, possível enfraquecimento e queda de dentes, boca seca e olhos, dor nas articulações, perda de cabelo, até a morte

Excesso

Não há efeitos tóxicos se a ingestão não exceda 1g / dia. Se for superior, pode causar diarreia, pedras nos rins e overdoses de ferro

Fontes

Kiwi, goiaba, pimentão, groselha preta, salsa, couve de bruxelas, limão, couve-flor, batata, espinafre, morangos, laranjas …

DRI

90mg / 75mg

Vitamina B1 (tiamina)

Funções

Transferência de grupos de aldeído devido a desearboxilação oxidativo, promove o metabolismo do HC e a função nervosa do SNCP

Deficiência

Perda de apetite, apatia, depressão, dormência de pernas e braços, beribéri…

Excesso

Não tem efeitos tóxicos…

Fontes

Falta de energia, nervosismo, depressão, transtornos oculares, bucais e cutâneos…

DRI

1,2mg / 1,1mg

Vitamina B2 (riboflavina)

Funções

Forma coenzimas com NAD e NADP, Promove glucolise anaeróbica, Promove oxidação gorduras e CH, Promove lipólise, Saúde da pele, unhas e cabelo.

Deficiência

Falta de energia, nervosismo, depressão, transtornos oculares, bucais e cutâneos…

Excesso

Nenhum efeito tóxico

Fontes

Carne, peixe e alimentos ricos em proteínas em geral; nozes, cereais integrais e legumes.

DRI

1,3mg / 1,1mg

Vitamina B3 (niacina)

Funções

Forma coenzimas com NAD e NADP, Promove glucolise anaeróbica, Promove oxidação gorduras e CH, Promove lipólise, Saúde da pele, unhas e cabelo

Deficiencia

“Pelagra” o síndrome das três D (demência, dermatites e diarreia).

Excesso

Dor de cabeça, náuseas, irritação da pele, dano hepático, inibição de lipólise…

Fontes

Carne, vísceras, peixe, cereais integrais, queijos, ovos e alimentos ricos em triptófano.

DRI

16mg / 14mg

Vitamina B5 (pantoténico)

Funções

Componente essencial do CoA na transferência de grupos “-acilo” (oxidação CH e gorduras; lipólise)

Deficiência

Náuseas, fatiga, depressão e perca de apetito

Excesso

Não efeitos tóxicos

Fontes

Vísceras, carne, lácteos, ovos, cereais integrais, legumes, verduras…

DRI

5mg

Vitamina B6 (piridoxina)

Funções

Forma coenzimas com fosfato piridoxal, Promove metabolismo proteínas, Formação de hemoglobina, Formação glóbulos vermelhos, Glucogenolise e gluconeogénese.

Deficiência

Irritabilidade, convulsões, anemia, dermatite, lesões na mucosa oral…

Excesso

Perca de sensibilidade nervosa e marcha anormal

Fontes

Cereais integrais, nozes, frutos secos, bananas, gema de ovo, batatas, verduras, carnes e peixes.

DRI

1,3µg

Vitamina B8 (biotina)

Funções

Forma coenzimas para transferir C02, Promove metabolismo dos Hidratos de Carbono, Gorduras e Proteínas.

Deficiência

Nausea, fatiga e raspados na pele

Excesso

Não efeitos tóxicos

Fontes

Carne, leite, gemas, cereais integrais, legumes, verduras…

DRI

30 µg

Vitamina B10 (ácido paraminobenzoico)

Funções

Forma coenzimas com ADN e ARN, Formação de hemoglobina, Formação glóbulos vermelhos e brancos, Síntese de purinas e aminoácidos

Deficiência

Anemia, fatiga, diarreia, desordenes digestivos, infecções, problemas fetais durante a gravidez…

Excesso

Não efeitos tóxicos

Fontes

Verduras verdes, levedura de cerveja, cereais integrais, frutos secos, carnes e batatas.

DRI

400µg

Vitamina B12 (cobalamina)

Funções

Forma coenzimas com ADN e ARN, Formação glóbulos vermelhos e brancos, Regeneração dos tecidos

Deficiência

Anemia, fatiga, dano nervoso, parálise, infecções

Excesso

Não efeitos tóxicos

Fontes

Carne, peixe, vísceras, ovos, lácteos, mariscos, cereais…

DRI

2,4 µg

Próximo Prev

Vitaminas Lipossolúveis

Próximo Prev

Vitamina A (retinol)

Funções

Pigmentação visual, Mantém células epiteliales úmidas, Antioxidante, Estabilidade de membranas celulares

Deficiência

Cegueira nocturna, dessecação de pele e olhos. Em crianças, pode retardar o crescimento.

Excesso

Náuseas,dor de cabeça, fatiga, dano hepático, dores articulares, dessecação de pele, alterações no feto durante a gravidez…

Fontes

Vísceras animais, cenouras, espinafres, salsa, manteiga, batata doce, azeite de soja, atum, queijo, ovos, verduras…

DRI

0,9mg / 0,7mg

Vitamina D (calciferoles)

Funções

Regula metabolismo fosfocálcico: actua coordenadamente com a calcitonina (opostas a PTH) e favorece a absorção de Ca e P intestinal.

Deficiência

Descalcificação dos ossos, caries dentais ou incluso raquitismo

Excesso

Náuseas, perca de apetito, irritabilidade, dor articular, calcificação tecidos brancos (rins).

Fontes

Fígado, peixe, ovos, aceites, margarina, leite, iogurte e exposição ao sol.

DRI

5 µg

Vitamina E (tocoferois)

Funções

Antioxidante, Protege membranas celulares, Facilita síntese do grupo “hemo”.

Deficiência

Alterações musculares, danos na retina, detenção do crescimento em crianças.

Excesso

Dor de cabeça, fatiga, diarreia.

Fontes

Aceites vegetais e de sementes, fígado, ovos, soja, gérmen de trigo, frutos secos, coco…

DRI

15 mg

Vitamina K (menadiona)

Funções

Anticoagulante.

Deficiência

Hemorragias e sangrados.

Excesso

Trombose e vómitos.

Fontes

Fígado, ovos, verduras de folha verde, queijo, manteiga…

DRI

120µg / 90 µg

Próximo Prev

Excesso de Vitaminas

Estamos habituados a ouvir o prejudicial pode ser a carência de vitaminas para nossa saúde. Ninguém se atreve a negara  importância que tem outros nutrientes para o correto funcionamento do organismo. De fato, as vitaminas actuam como catalizadores em todos nosso processos fisiológicos, e seu deficit – clinicamente conhecido como vitaminose ou hipo-vitaminose – pode pré-dispor a contrair doenças.

Movidos por esta certeza, muitas pessoas usam complexos vitamínicos sem nenhuma prescrição médica, ignorando que a excessiva acumulação de vitaminas -ou hiper-vitaminos- pode ser igual de nociva que a falta delas. Um excesso de determinados nutrientes em nosso sistema, é capaz de produzir uma intoxicação orgânica com diferentes consequenciais sobre a saúde.

Mas não todas as vitaminas em excesso tem efeitos nocivos. Muitas delas (como é o caso da vitamina C), eliminam-se facilmente a través da urina sem maiores prejuízos para nosso organismo. Outras, como a vitamina A e D, podem-se acumular e produzir um desequilíbrio orgânico com diferentes consequências para cada uma.

Excesso de vitamina A

Enquanto a vitamina A consumida em quantidade razoáveis é fundamental para o bom funcionamento da visão e dos tecidos, em excesso predispõe a sofrer a osteoporose, visão turva, perca de peso e falta de apetite. Os sintomas de uma intoxicação por excesso deste nutriente podem ser: Enquanto a vitamina A

  • Enxaquecas
  • Vómitos
  • Dor dos ossos
  • Visão turva
  • Irritabilidade
  • Cansaço intenso
  • Sonolência
  • Perca de cabelo

A vitamina A encontra-se naturalmente em muitos alimentos, tanto alimentos de origem vegetal (como a cenoura, a couve, batata, espinafre, brócol, couve ou abóbora) como alimentos de origem animal (como ovos e leite). Ainda resulta complicado pela ingestão alimentar, pelo que recomenda-se um consumo maior destes alimentos se existe carência desta vitamina.

Excesso de vitamina D

Por sua parte, enquanto a vitamina D intervém na absorção de cálcio, um excesso produz justamente sintomas similares aos da presença excessiva de cálcio. Estes são:

  • Debilidade muscular
  • Cansaço
  • enxaquecas
  • Náuseas
  • Prisão de ventre
  • Diminuição do apetite (anorexia)
  • Desidratação
  • Fadiga
  • Irritabilidade

Antes de recorrer a suplemento para cobrir carência de  vitamina D pode-se optar por consumir produtos ricos nestes nutriente. O ovo cozido, o fígado de vaca, os cogumelos secos ao sol ou alguns óleos de peixe tem boas quantidades de vitamina D. No mercado existem muitos produtos fortificados com vitamina D como produtos lácteos, cereais ou pães. De todas formas, a melhor fonte de vitamina D que existe é o Sol. Se expor durante uns 30 minutos diários ao Sol, é suficiente para que nosso corpo gere esta vitamina.

consumir vitaminas

Ajustar o consumo de vitaminas

O tratamento para este tipo de doença, na maioria dos casos, não implica muito mais que abandona a ingestão do nutriente que está produzindo o desajuste. É necessário destacar que desenvolver a hipervitaminose a partir de unicamente o consumo de alimentos, é muito difícil.

Normalmente, se produz como resultado de uma ingestão excessiva de complementos sintéticos sem supervisão profissional. Neste sentido, a informação para a prevenção é fundamental. Uma alimentação variada que inclua ao menos cinco rações de frutas e verduras ao dia deveria ser suficiente para cumprir as necessidades nutricionais na maioria das pessoas, ficando a ingestão de suplementos vitamínicos reservada para aquelas pessoas que por alguma razão, não podem substituir a carência mediante uma dieta adequada.

Mas, se ainda com uma dieta saudável suspeitas que teu organismo está falto de vitaminas, então deves consultar com um médico. Só um profissional sanitário é capaz de determinar quanto os valores de determinados nutrientes se encontram por baixo dos desejados, e assim, receitar os suplementos adequados em função das circunstâncias pessoas do paciente, o estado de saúde e as necessidades nutricionais para assegurar um correto funcionamento fisiológico.

3

Quando pensamos na Vitamina C o primeiro que lembramos é da laranja, não? A maioria das pessoas ainda continua pensando que este é o alimentos mais ricos em vitamina C mas, a realidade é que existem bastantes por cima dela, e alguns incluso, com certeza, não sabias… A vitamima C é um elemento essencial para a vida. Do tipo de …

Leia Mais »
4

O organismo não está capacitado para conseguir armazenar vitamina C, mas sim consequências pela sua deficiência, ainda que em pessoas saudáveis não existem amostras de que um consumo alto pode ter nenhum efeito secundário grave. Em todo caso pode-se referir-se a referência a alguns incómodos gástricos de tipo cólico, náuseas e, acredito, diarreia não excessivamente severa. Uma observação diferente deve-se fazer …

Leia Mais »
5

Faz tempo que a vitamina C é utilizada como uma estratégia de suplementação para melhorar o rendimento e diminuir a fadiga dos desportistas. Importância da Vitamina C para os desportistas Uma das suas funções principais é a hidrozilação dos aminoácidos prolina e lisina para formar colagénio, pelo que resulta de vital importância para o crescimento e manutenção dos ossos, dentes, gengivas, …

Leia Mais »
6

O rendimento desportivo pode ver-se afetado por muitos fatores, incluídos os fatores genéticos e ambientais. Nos últimos anos, a vitamina D se propôs  como um fator limitante do rendimento quando há deficiência, e como intensificador do rendimento desportivo quando está presente em abundância. O Défice de Vitamina D afeta ao Desportista Uma deficiência de vitamina D dá lugar a afetar ao …

Leia Mais »
8

Além de ter grandes benefícios quando tomamos oralmente, a vitamina C aplicada de forma tópico é um valioso antioxidante e foto protetor que provêm à tua pele de juventude e beleza. Vitamina C, antioxidante e gerador celular A exposição da radiação ultravioleta (UV) pode danificar as células da pele, resultando num processo conhecido como foto envelhecimento. Não só a exposição …

Leia Mais »
9

Avitamina D nos alimentos é o objetivo deste artículo, com a intenção de oferecer uma lista com as mais recomendáveis para adquirir todos os nutrientes mais importantes que pode aportar ao nosso organismo esta vitamina. Também denominada calciferol, a vitamina D é uma das vitaminas lipossolúveis cuja função primordial é a de facilitar a absorção intestinal do cálcio e equilibrar …

Leia Mais »
10

A vitamina C, também conhecida como ácido ascórbico, é uma vitamina hidrossolúvel. É necessária para o crescimento já que fomenta um sistema imunológico saudável e ajuda a conservar vasos sanguíneos e o tecido conectivo. O ser humano é incapaz de gerar a sua própria vitamina C, pelo que se deve incorporar através da dieta. O que é a Vitamina C? …

Leia Mais »

Gostas do nosso HSNBlog?
HSN Newsletter
Então imagina as promoções da nossa loja.

Deixa-nos os teu e-mail e terás acesso às melhores promoções temos para os nossos clientes


aceito a política de privacidade