Cavalinha

A cavalinha é uma planta perene da família Equisetaceae, com múltiplas propriedades medicinais, que se encontra nas regiões temperadas do hemisfério norte. Esta planta é conhecida no mundo da farmacologia pelo seu efeito diurético e como ajudante em tratamentos de certas patologias dos rins e bexiga.

9 Produtos
Definir direcção ascendente
Últimos comentários sobre Cavalinha

COLA DE CABALLO 500mg - 100 comprimidos Contribui para redução da inflamações - Joao Manoel, 05/10/2015

Apesar desse suplemento estar mais voltado para a redução da retenção de líquidos, é uma bom aliado para reduzir as inflamações articulares.

Valor
Eficácia
Acondicionamento
Put.General

Desta maneira, o seu uso está dirigido para aquelas pessoas que apresentem edemas ou cálculos renais.

Tem forma de arbusto e pode alcançar a altura de 1800 metros, as suas ramas direitas podem chegar a ter 50 cm de comprimento. Durante a primavera, as plantas crescem a partir das sementes subterrâneas da sementeira anterior.

Cada planta gera até 100.000 esporas. Uma vez que os talos férteis murcham, crescem as típicas esporas da cavalinha.

Costumam crescer em solo húmido, preferentemente em terras de cultivo e prados. Quando as plantas crescem, são muito resistentes às secas e com tendência ao crescimento invasivo, pelo que, em ocasiões, na agricultura luta-se contra as suas plantas como uma erva.

Índice de conteúdos Ocultar

  1. Para que se utiliza a cavalinha?
  2. Propriedades medicinais e benefícios para a saúde da cavalinha
  3. Suplementos dietéticos de cavalinha
  4. Informação sobre a dose de cavalinha
  5. Recomenda-se a cavalinha para:
  6. Efeitos secundários da cavalinha
  7. Comprar cavalinha

Para que se utiliza a cavalinha?

A cavalinha contém ingredientes medicinais que são utilizados na fabricação de diversos fármacos. Tem múltiplas propriedades e benefícios para a saúde.

A cavalinha é rica em silício mineral (10%), potássio, cálcio, flavonoides, ácidos vegetais e glucosídeos.

Estas substâncias têm propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias.

Também tem a capacidade de eliminar do organismo os excessos nocivos do chumbo, cádmio, cobre, ouro, estanho e zinco acumulados, e favorece a sua eliminação e evacuacção.

A cavalinha originária da Europa contém o anti alérgico quercetina, que, pelo geral, não se encontra nas plantas da América do Norte nem da Ásia.

Devido aos seus ingredientes medicinais, a planta transforma-se para converter-la em infusões, cápsulas, saquetas e gotas benéficas para a saúde. Também se usa com fins cosméticos (devido ao colagénio ativo que contém). Para a sua transformação, utilizam-se ⅔ da planta que se seca, corta-se e pulveriza-se.

Posteriormente, escalda-se e ferve-se para extrair a sílica contida na planta. Quando arrefece, filtra-se e já pode ser utilizada ou misturada com mais ingredientes para conseguir os benefícios para a saúde.

Propriedades medicinais e benefícios para a saúde da cavalinha

A cavalinha é uma das fontes naturais mais valiosas da sílica. Os gregos e os romanos já usavam a cavalinha com fins medicinais para deter as hemorragias, curar as feridas das úlceras e tratar a tuberculose e os problemas renais.

O silício natural é um dos melhores remédios para fortalecer os ossos. Outro dos benefícios deste ingrediente consiste em que protege a pele e as unhas e previne o aparecimento das rugas. Entre as propriedades medicinais da cavalinha destacam especialmente:

  • Ajuda a fortalecer o tecido conjuntivo
  • Tem propriedades anti-inflamatórias
  • Ajuda a reafirmar a pele
  • Melhora a circulação sanguínea e tem propriedades como adstringente.
  • Ajuda ao bom estado das unhas, da pele e do cabelo, sobretudo no caso do cabelo oleoso
  • Um dos benefícios mais significativos da cavalinha consiste em que melhora consideravelmente a densidade óssea. Isto é devido a que, de acordo com um estudo clínico realizado em 2016, demonstrou-se que a sílica ao entrar no organismo converte-se em cálcio.
  • A cavalinha usa-se tradicionalmente como diurético para liberar o corpo dos líquidos e resíduos orgânicos através da urina
  • Devido aos seus efeitos diuréticos, este composto também ajuda a perder peso, pelo que se usa em dietas contra a obesidade
  • A cavalinha é um dos melhores remédios para o tratamento das infeções das vias urinárias, da incontinência e, em geral, dos transtornos do rim ou da bexiga
  • Existem outros tipos de infusão que contêm entre os seus ingredientes cavalinha.
  • Está clinicamente provado que a cavalinha tem propriedades antioxidantes. Por este motivo, este composto usa-se com fins medicinais para tratar os edemas, a artrites e a osteoporose.
  • Um estudo clínico realizado em 2016 demonstrou que o extrato de cavalinha pode suprimir os radicais livres e prevenir o crescimento das células cancerígenas
  • Como remédio medicinal, a cavalinha utiliza-se para o tratamento da tosse crónica
  • As infusões da cavalinha são um dos remédios naturais mais usados para tratar e curar a artrite e o reumatismo.

Suplementos dietéticos de cavalinha

Os suplementos dietéticos de cavalinha estão disponíveis como remédios medicinais naturais em forma de cápsulas, comprimidos, infusão ou gotas. Na Ásia, a cavalinha junta-se aos legumes cozinhados em forma de brotes num prato que se considera um autêntico manjar.

A cavalinha usa-se também no cultivo ecológico e na agricultura biodinâmica para enriquecer o solo com silício e melhorar o cultivo das plantas.

Informação sobre a dose de cavalinha

Pode-se tomar a cavalinha em distintos formatos, seja mediante cápsulas, infusão ou em gotas. Recomenda-se ler a informação do produto e tomar a quantidade recomendada de acordo com as instruções, sem passar nunca as três doses diárias. Não se deve tomar durante períodos prolongados, sendo a recomendação geral que não se exceda de seis semanas seguidas.

Recomenda-se a cavalinha para:

  • Pessoas com problemas do trato urinário, infeções leves de urina, cistites, alterações da próstata, incontinência urinária, etc.
  • Pessoas com retenção de líquidos, edemas, celulite, etc.
  • Pessoas que padecem alterações reumáticas, arteriosclerose ou problemas por níveis baixos de silício.
  • Pessoas que querem melhorar o aspeto das unhas, da pele e do cabelo.

Efeitos secundários da cavalinha

Tomada na forma recomendada não se apreciam efeitos secundários.

No caso de tomar este composto em doses excessivas ou durante um tempo mais prolongado que o recomendado, podem aparecer alguns sintomas, como dor de cabeça, problemas digestivos, febre, perda de apetite ou arritmias.

A cavalinha está contraindicada para grávidas, lactantes e crianças.

As pessoas que sofrem diabetes, problemas de rins ou outras doenças devem solicitar informação ao médico antes de tomar este composto.

Não tomar cavalinha em caso de gastrite, acidez estomacal ou úlceras gastroduodenais. Também não se recomenda em pessoas com problemas cardiovasculares. Antes de tomar cavalinha devem consultar com um médico.

Não se recomenda no caso de padecer problemas de alcoolismo ou se se estão a tomar fármacos com propriedades anti-inflamatórias como aspirinas.

Não se recomenda a cavalinha no caso de estar a tomar medicamentos laxantes ou diuréticos.

Comprar cavalinha

Na nossa loja online HSNstore podes comprar suplementos de cavalinha para favorecer a eliminação de excesso de líquidos (edema) e promover a saúde do sistema urinário.

  A Carregar...