HSN Essentials

VITAMINA D3 5000IU - 120 pérolas

Essencial para a correta mineralização óssea.
 
9,90 €

  • 120
  • 0,08 €
VITAMINA D3 5000IU - 120 pérolas
9,90 €
Comprar
  • 5000IU de vitamina D
  • Favorece a assimilação do cálcio e do fósforo
  • Promove a saúde dos ossos
  • Favorece a correta função do sistema imune
  • Essencial para a correta proliferação e diferenciação celular
  • Essencial para o sistema nervoso e cardiovascular

O que é Vitamina D3 de HSN Essentials?

Vitamina D3 de HSN Essential é um suplemento alimentício que aporta ao organismo uma dose de 125µg (5000 IU) de vitamina D3 colecalciferol.

A vitamina D ou calciferol, pertence ao grupo das vitaminas lipossolúveis, ainda que, mais que uma vitamina, é uma prohormona com vários efeitos em distintos tipos de tecidos e em diversos processos fisiológicos.

A sua função no organismo não se limita simplesmente a manter o correto metabolismo dos ossos e o equilíbrio fosfocálcico, senão que ainda tem efeitos em múltiplos tipos celulares e em diversos mecanismos como secreção e efeito da insulina, função endoterial, regulação do sistema reginina-angiotensina- aldosterona, controlo do ciclo celular e apoptose, a correta função do sistema imune, entre outras.

É por isso, que uma falta de vitamina D relaciona-se não só com doenças como o raquitismo e osteomalacia, mas também com maior risco de padecer diabetes e doenças cardíacas, oncológicas, infecciosas e autoimunes.

Podemos encontrar a vitamina D em vários alimentos na forma de ‘precursores’ e também pode ser sintetizada pelo nosso corpo através da exposição aos raios ultravioletas (UV) que o sol emite.

Os precursores são substâncias que ao ser metabolizadas ou processadas pelo corpo transformam-se em vitaminas. Os alimentos contêm vários precursores como o 7-dihidrocolesterol de procedência animal e o ergosterol de origem vegetal.

Os dois requerem da radiação solar para transformar-se em pro-vitaminas.

A luz do sol é, sem dúvida, a fonte mais importante de vitamina, já que faz com que o 7-dihidrocolesterol se transforme em colecalciferol (pro-vitamina D3) e o ergosterol em ergocolesterol (pro-vitamina-D2).

Também podes tomar suplementos alimentícios de vitamina D3 em forma de colecalciferol ou de vitamina D2 em forma de ergosterol. No entanto, estas formas necessitam ainda de outra transformação para passar para as formas ativas da vitamina D.

Esta transformação acontece em 2 passos, a primeira realiza-se no fígado e a segunda nos rins.

Lembra-te, podes obter vitamina “D” de três fontes:

  • Vitamina D2, seja por alimentos ou suplementos. Má absorção.
  • Vitamina D3, seja por alimentos ou suplementos. Boa absorção.
  • Exposição solar. Excelente absorção, mas nem sempre disponível.

A deficiência de vitamina D é mais habitual do que se pensa, mesmo nas zonas tropicais onde há muita exposição solar. Este deficit de vitamina D é uma situação epidémica que vai em aumento e ainda é um grande desconhecido para muitas pessoas.

Este deficit está associados a várias doenças descritas anteriormente e que no seu conjunto são a maior carga de morbimortalidade a nível mundial.

A falta de vitamina D pode acontecer em Portugal ou Espanha, apesar de que serem zonas tórridas dado que existem vários fatores de risco como uma incorreta exposição ao sol, ingestão insuficiente de vitamina D, cor escura da pele, uso de protetores solares, pouco exercício ao ar livre, obesidade, uso de alguns medicamentos e amamentação materna sem suplementação, entre outros factores.

Por isso, devem-se tomar medidas efetivas para detetar se estamos a consumir a dose adequada de vitamina D e, se não for assim, tomar medidas, quer seja através da suplementação, de uma maior exposição ao sol e incluir alimentos enriquecidos com esta vitamina.

Principais funções da Vitamina D

  • Trata-se de uma vitamina essencial para garantir a correta utilização e a manutenção dos níveis adequados de cálcio e fósforo, imprescindíveis para manter a saúde dos ossos e dentes.
  • A vitamina D intervém na correta coagulação sanguínea.
  • Ajuda a manter o correto funcionamento do sistema nervoso. Manter níveis corretos de cálcio no organismo é muito importante para a transmissão do impulso nervoso e a contração muscular.
  • Controla a proliferação e diferenciação das células do nosso corpo, o que pode reduzir o risco de sofrer cancro.
  • Encarrega-se de manter o bom funcionamento do sistema imunitário, pelo que nos ajuda a prevenir infeções.
  • Intervém na correta função da insulina.
  • Intervém na regulação da ação da renina, importante no controlo da pressão sanguínea.

Vitamina D3 e os ossos

Sabemos que o mineral cálcio é essencial para manter um correto metabolismo dos ossos, mas é a vitamina D a responsável de assegurar a absorção do cálcio da dieta. Se não temos a quantidade suficiente de vitamina D, não podemos produzir a hormona calcitrol (vitamina D ativa) nas dose necessárias.

Nesta situação, o organismo recolhe o cálcio que necessita do esqueleto, o que provoca que este se debilite e evita que se gere material ósseo novo e forte. Por isso, existem estudos epidemiológicos que demonstram que o deficit de vitamina D é também um factor muito importante na hora de prevenir a osteoporose, a baixa densidade óssea e as fraturas.

Vitamina D3 e doenças cardiovasculares

Vários estudos demonstram que as quantidades circulantes de Vitamina D relacionam-se com os níveis de pressão arterial e a irrigação cardiovascular.

A vitamina D diminui a inflamação associada com a aterosclerose, regula várias metaloproteinasas que intervêm na calcificação vascular, melhora a atividade endoterial, reduz a hipertrofia dos cardiomiocitos e regula o sistema renina-angiostensina-aldosterona (sistema hormonal que ajuda a regular a longo prazo a pressão sanguínea). Os estudos demonstram que com maior concentração de 1,25-dihidroxivitamina D3, há menos atividade de renina plasmática e menos frequência de hipertensão.

Vitamina D e sistema imune

A vitamina D tem vários efeitos sobre a correta função do sistema imunológico. Por meio da sua função, controla as infeções das doenças auto-imunes devido às ações que tem sobre a diferenciação e modulação da resposta dos monocitos-macrófagos, as células apresentadoras de antígenos, as células dendríticas e os linfocitos.

Vários estudos demonstram que viver com maior latitude vem associado com um maior risco de sofrer doenças autoimunes como a esclerose múltipla, doença de Crohn, artrite reumatóide, lúpus, tiroide e diabetes tipo 1.

A falta de Vitamina D3

Os primeiros sintomas de uma falta desta vitamina são: Fadiga e cansaço, mudanças no estado de ânimo, nervosismo, problemas de sono, debilidade muscular, cáries, etc.

A longo prazo, uma falta de vitamina D pode causar:

  • Raquitismo: Nas crianças: o que provocará uma deformação e amaciamento do tecido ósseo com arqueamento das pernas, amaciamento do crânio, reduzido crescimento muscular e problemas para respirar por afundamento do tórax, entre outros sintomas.
  • Osteomalacia: Nos adultos, pode-se sofrer osteomalacia, doença tal como o raquitismo que se produz nas crianças. É uma doença dos ossos que consiste numa baixa mineralização da matriz dos ossos provocada por uma falta de vitamina D ou por alterações.
  • Osteoporose: A osteoporose consiste numa debilidade do tecido ósseo que vem acompanhada de um maior risco de padecer fraturas nos ossos. Está associada normalmente à inadequada ingestão de cálcio, no entanto, a vitamina D influi na osteoporose ao reduzir a absorção de cálcio. Acontece sobretudo nas mulheres pós-menopáusicas.
  • Esclerose múltipla: Vários estúdios observacionais demonstraram que uns níveis baixos de vitamina D associam-se a um aumento da Esclerose múltipla.
  • Diabetes: Vários estudos demonstram uma intima relação entre os níveis de vitamina D e o desenvolvimento do diabetes, dado que contribui para a tolerância à glicose por meio dos seus efeitos sobre a secreção de insulina e a sensibilidade à insulina.
  • Cancro: Vários estudos dizem que tem uma função protetora contra determinados cancros localizados no cólon, próstata, mamas. Isto deve-se a que a vitamina D se relaciona com a correta proliferação e diferenciação das células do nosso organismo.
  • Artrite: Novas investigações sugerem que as pessoas que tomam quantidades insuficientes desta vitamina, sofrem ainda mais os sintomas da osteoartrite já que a vitamina D ajuda a evitar o dano das cartilagens. Assim, uma falta de vitamina D pode acelerar o processo de artrites reumatóide.
  • Diabetes: A deficiência de vitamina D impede o metabolismo da glicose reduzindo a secreção de insulina, o que aumentaria o risco de padecer diabetes mellitus.
  • Problemas cardiovasculares: Níveis baixos de vitamina D estão relacionados com o risco de padecer arteriosclerose, já que favorece a formação de placas de cálcio nas artérias. Também se relacionam com um maior risco de padecer pressão arterial alta (hipertensão).
  • Infeções víricas
  • Problemas periodontais: A falta desta vitamina pode provocar problemas nas gengivas ou inchaço e sangrado das mesmas.
  • Alterações metabólicas.
  • Depressão, Alzheimer e transtornos neurológicos: Vários estudos demonstram que estes transtornos se vincularam com deficiências de vitamina D.
  • Cãibras musculares, debilidade muscular, convulsões.
  • Problemas renais.
  • Deterioro da função respiratória.

Alimentos que contêm Vitamina D ou Fontes alimentícias

As fontes dietéticas de vitamina D estão basicamente no peixe e nos alimentos lácteos que foram fortificados. A forma de cozinhar-los é também um factor muito importante já que, por exemplo, no peixe frito reduz-se quase num 50% a quantidade de vitamina D, enquanto que no peixe cozido mantém-se a quantidade inicial.

Fontes naturais de vitamina D

  • Salmão fresco recém pescado (100g): 600-1000 IU
  • Salmão fresco de cria por piscicultura (100g): 100-250IU
  • Salmão enlatado (100g): 300-600IU
  • Sardinhas (enlatadas) (100g): 300 IU
  • Atum (enlatado) (100g) : 230 IU
  • Óleo de fígado de bacalhau (5ml): 400-1000 IU
  • Gema de ovo 20IU
  • Cogumelos frescos (100g) 100IU
  • Cogumelos secos ao sol 1600 IU
  • Leite enriquecido (240ml) : 100IU
  • Leite de fórmula infantil (240ml) 100 IU
  • Sumo de laranja enriquecido (240ml) 100 IU
  • Iogurte enriquecido (240ml) 100 IU
  • Cereais enriquecidos (porção) 100 IU

Também podemos tomar a vitamina D através de suplementos e, normalmente encontra-se em duas formas diferentes: D2 (ergocalciferol) e D3 (colecalciferol). Ambas aumentam a concentração de vitamina D no sangue, mas considera-se que a forma D3 é a que possui maior biodisponibilidade e é mais efetiva. A Vitamina D de HSN contém vitamina D3.

A exposição ao sol e produção de Vitamina D

A exposição solar é a melhor forma para conseguir as doses necessárias de vitamina D3 endógena que se armazena no tecido gordo e que fica como depósito para os momentos nos que há menos exposição solar, como passa durante o inverno, nos países que têm estações.

No que diz respeito à duração, estima-se que uma opção adequada é expor braços e pernas durante 5-30 minutos (dependendo do dia, estação, latitude e pigmentação da pele) entre as 10:00am e as 15:00pm duas vezes por semana. É tão importante a síntese endógena de vitamina D3 com estimulo de radiação UVB, que a exposição ao sol a uma dose de eritema mínimo, enquanto estamos em fato de banho equivale a tomar 20.000 UI de vitamina D2.

Dentro dos factores que podem afetar de forma negativa a síntese endógena desta vitamina induzida por radiação UVB e que por isso devem aumentar o tempo de exposição ao sol: pessoas de pele escura, maior ângulo no zénite dos raios solares (maior latitude), maior camada de ozono, poluição, nebulosidade, menor altitude, encurtamento da duração do dia solar no inverno, menor superfície de pele exposta, uso de protetores solares e maior idade. As pessoas de pele escura devem expor-se de 5 a 10 vezes mais que as pessoas com pele clara, para poder sintetizar as mesmas doses de vitamina D3 de forma endógena.

Tipos de Vitamina D (Comparación Vitamina D3 vs Vitamina D2)

Até há bem pouco tempo, pensava-se que os dois tipos de vitamina D (D2 ou ergocalciferol e D3 ou colecalciferol) eram intercambiáveis e equivalentes. Além disso, demonstrou-se que poderiam dar-se de forma similar, como substituição, sem ter diferenças na indução dos níveis de 25-hidroxivitamina D3. No entanto, estudos recentes deduziram que ao medir 25-hidroxivitamina D3 como indicador do estado funcional de vitamina D, sugerem que a vitamina D2 é menos potente, unidade por unidade, que a vitamina D3.

De facto, estima-se que a vitamina D3 é 83% mais eficaz em aumentar e manter os níveis de 25-hidroxivitamina D3 e, além disso, produz depósitos corporais de 2 a 3 vezes maiores que os que provoca a vitamina D2. No que respeita ao metabolismo, os dois tipos hidroxilam-se mo fígado com a mesma eficácia, no entanto, a vitamina d2 parece regular a 24-hidroxilase aumentando a degradação metabólica, tanto da vitamina d2 tomada, como a d3 endógena. Por outro lado, a vitamina d3 possui uma maior afinidade pela DBP e o recetor VDR o que a torna mais eficiente.

Além disso, haverá que ter em conta o seu tempo de vida, já que não se degrada de forma direta por parte da 24-hidroxilasa, como acontece com a d2. Portanto, a d2 não possui vantagens sobre a outra forma e os especialistas sinalizam que a melhor forma de corrigir uma deficiência de vitamina D é através de um suplemento que aporte vitamina d3 devido à sua maior potência e menos custo.

Em definitiva, recomenda-se tomar um suplemento D3 com mais frequência, já que é similar à que se produz de forma natural no tu corpo.

Como tomar a vitamina D3 de HSN Essentials

A vitamina D3 é lipossolúvel, portanto, recomenda-se consumir-la junto com alimentos ricos em gorduras para que se absorva melhor por parte do organismo. Portanto, toma sempre o teu suplemento de vitamina D com uma refeição ou logo depois de comer.

  • Suplementos de Vitamina D com Cálcio e Fósforo: Uma combinação perfeita para manter a correta saúde óssea é combinar a vitamina D com Cálcio e Fósforo. Estudos recentes demonstram que tomar vitamina D com cálcio pode incrementar a absorção de cálcio num 65%, até mesmo se já temos os níveis normais de vitamina D. Esta mistura vai ajudar-nos a obter uma correta mineralização óssea e evitar a osteomalacia, a osteoporose, debilidade muscular e fraturas.
  • Suplementos de Vitamina D e Vitamina K: As principais funções da vitamina K são a coagulação do sangue e a distribuição do cálcio no organismo. Como comentámos, a vitamina D regula a assimilação do cálcio, de maneira que “D” e “K” trabalham em conjunto, uma encarrega-se de regular quando é que o cálcio entra ou sai e a outra ordena para onde se dirige para que chegue aos ossos e aos dentes. A vitamina K evita ainda que ocorra uma calcificação e que o cálcio se distribua nos sítios onde não deve, por exemplo, nas artérias e outros tecidos moles do corpo.

Doses de Vitamina D

  • Bebés, até 1 ano de idade: 400 IU
  • Crianças, com mais de 1 ano de idade: 1000 IU
  • Adolescentes: 1000 IU por cada 12kg de peso corporal
  • Adultos: 5000 IU*
  • Grávidas: 4000 IU a 6000 IU

*Com uma média de peso corporal de 70kg

Quem deve tomar um suplemento de Vitamina D3?

  • Pessoas que não apanham sol, sobretudo nos meses de inverno
  • Pessoas que passam muito tempo em interiores
  • Pessoas de pele escura
  • Pessoas que devem usar proteção solar
  • Pessoas que não realizam uma dieta adequada
  • Pessoas que tomam alguns tipos de medicamentos (antidepressivos, anticoagulantes, corticoides e medicamentos para tratar a doença de úlcera péptica e a epilepsia)
  • Pessoas com problemas para assimilar as vitaminas (por exemplo, pessoas com a doença de Chron)
  • Grávidas e lactantes
  • Pessoas mais velhas, doentes ou acamadas
  • Vegetarianos e vegans
  • Alcoólicos

Em suma, a falta de vitamina D é uma situação mais comum do que pensamos e, por isso, devemos procurar prevenir e intervir de forma prioritária, com o objetivo de evitar todas as complicações que lhe estão associadas, tanto iniciais como tardias. As múltiplas funções da vitamina D fazem dela uma pré-hormona essencial para muitos processos fisiológicos. Por isso, a sua deficiência constitui um fator de risco para muitas doenças que aportam uma alta carga de morbilidade.

Tabela Nutricional VITAMINA D3 5000IU - 120 pérolas

Informação VITAMINA D3 5000IU - 120 pérolas
Tamanho da dose: 1 pérola
Tomas por embalagem: 120
Quantidade por doseVRN*
Vitamina D3125µg2500
DDR (Dose Diária Recomendada) disposições da regulamentação (UE) 1169/2011 25 de outubro de 2011. †† Los VRN en esta ocasión no están establecidos.
Ingredientes: Óleo de girassol, colecalciferol (vitamina D3), gelatina (cápsula), agente de revestimento E422 (glicerina), água.

Como tomar VITAMINA D3 5000IU - 120 perlas:

Como suplemento alimentício, tomar 1 pérola por dia com uma refeição.
Aviso: Tal como antes de iniciar qualquer programa nutricional e de exercício, consulta primeiro com o teu médico. Os suplementos alimentícios não devem ser utilizados como substitutos de uma dieta equilibrada e variada e um estilo de vida saudável. Não exceder a dose diária recomendada. Manter num local fresco e seco, fora do alcance das crianças.

Do you need more information about this product? Ask

Se tiveres dúvidas, perguntas ou sugestões sobre este produto, por favor, pergunte-nos e informamos-te com todo o prazer. E se a questão é de interesse geral, podemos publicá-la aqui para o benefício de outros usuários (apenas a pergunta, não publicamos os teus dados ). _x000D_Para perguntas gerais sobre a compra, garantias, etc. por favor usa o formulário de contacto genérico.

Make your question

Pergunta sobre:VITAMINA D3 5000IU - 120 pérolas

  • Ao enviar este formulário, concordas que a HSNstore possa entrar em contacto para informar-te. Também informamos que esses dados serão incorporados num ficheiro automatizado da propriedade da HSNstore.com
  • Reload captcha
  • Atenção: captcha diferencia maiúsculas de minúsculas
2 Pontos de vista sobre VITAMINA D3 5000IU - 120 pérolas
Escreva a sua análises
Está a rever: VITAMINA D3 5000IU - 120 pérolas
Como classifica este produto? *
  1 estrela 2 estrelas 3 estrelas 4 estrelas 5 estrelas
Valor
Eficácia
Acondicionamento
  • Reload captcha
  • Atenção: captcha diferencia maiúsculas de minúsculas

VITAMINA D3 5000IU - 120 pérolas | Boa composiçao - Maria, 27/10/2016

Excelente dosagem, para a toma deste suplemento tao importante para o organismo. Ajuda na recuperacao da fraqueza e cansaco causado pela sua falta.

Valor
Eficácia
Acondicionamento
Put.General

VITAMINA D3 5000IU - 120 pérolas | Suplemento imprescindível - Geny Pereira, 19/08/2016

Excelente produto a um preço acessível. Entrega rápida e eficiente.

Valor
Eficácia
Acondicionamento
Put.General
  A Carregar...