Contra Colesterol
107 Produtos
  1. «
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. »
Definir direcção ascendente
107 Produtos
  1. «
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. »
Definir direcção ascendente
Últimos comentários sobre Contra Colesterol

FULL SPECTRUM OMEGA - 120 softgels Solgar, Wild Alaskan - Vasco , 10/07/2017

Omegas 3 de origem marinha de grande qualidade a um preço ainda mais interessante.
Não há muitos com esta relação Preço / Qualidade

Valor
Eficácia
Acondicionamento
Put.General

OMEGA-3 MD 1000mg Melhora as funções cognitivas - Maria Fernanda , 19/06/2017

Não dispenso Ómega 3 pelos benefícios ao nível do cérebro, mas também pelas suas propriedades anti-inflamatórias; e, ainda, por mitigar os sintomas da menopausa

Valor
Eficácia
Acondicionamento
Put.General

ÓMEGA-3 ÓLEO DE PEIXE 1000mg Otimo produto - Henrique, 10/05/2017

Uso o Ómega 3 para controle do colesterol e posso dizer que comigo funciona , imprescindível mesmo ! Comecei a usar depois de ouvir e ver um cardiologista na TV falando que ele próprio usava , este da HSN é bastante bom, embora tenha algum tamanho é fácil de tomar . Como sempre muito bom preço e rapidez na entrega .

Valor
Eficácia
Acondicionamento
Put.General

ÓMEGA-3 ÓLEO DE PEIXE 1000mg Controlar colesterol - Henrique, 08/05/2017

Uso o Ómega 3 para controle do colesterol e posso dizer que comigo funciona , imprescindível mesmo ! Comecei a usar depois de ouvir e ver um cardiologista na TV falando que ele próprio usava , este da HSN é bastante bom embora tenha algum tamanho é fácil de tomar . Como sempre muito bom preço e rapidez na entrega .

Valor
Eficácia
Acondicionamento
Put.General

ONAGRA + VIT E PRIMROSE OIL 1400mg - 100 perlas Onagra + vit primrose oil 1400mg - Vanessa A., 29/03/2017

Prático e beneficiou o equilíbrio hormonal de uma forma natural!

Valor
Eficácia
Acondicionamento
Put.General

Contra Colesterol

O colesterol é vital para o corpo humano. Está implicado na estrutura das paredes celulares, assim como numa variedade de hormonas. Além disso, é imprescindível para a síntese de ácido biliar e forma parte do metabolismo energético.

Índice de conteúdos Ocultar

  1. O que é o colesterol?
    1. Funções do colesterol
  2. Tipos de colesterol – Colesterol bom e Colesterol mau
    1. Colesterol mau – Lipoproteínas de baixa densidade
    2. Colesterol bom – Lipoproteínas de alta densidade
  3. Conselhos para reduzir o colesterol
  4. Produtos naturais para baixar o colesterol

O que é o colesterol?

É uma substância da família dos lípidos que encontramos de maneira totalmente natural no nosso corpo e em alguns dos alimentos que ingerimos através da dieta e que resulta essencial pelo seu papel em determinadas funções corporais importantes.

Funções do colesterol

  • Recobre as conexões neuronais do cérebro, ajudando a promover uma correta sinapse ou conexão entre elas.
  • Intervém na formação dos tecidos e membranas.
  • Intervém na formação de vitamina D, essencial para uma boa calcificação dos ossos.
  • Forma parte de distintas hormonas como o estrogénio e a testosterona
  • Forma parte do ácido biliar
  • Intervém no metabolismo energético

Portanto, o organismo requer de uma pequena quantidade de colesterol para funcionar corretamente. No entanto, uma alimentação inadequada e a falta de exercício, além de outros fatores, podem provocar um aumento de colesterol conhecido como “mau” ou LDL no sangue que se pode “aderir” facilmente nas paredes dos vasos sanguíneos. Isto chama-se placa.

As placas podem estreitar as artérias ou até mesmo obstruir-las e provocar aterosclerose e doenças cardiovasculares.

Os níveis de colesterol medem-se em miligramas por decilitro de sangue (mg/dl). Para que uns excessos de colesterol não se acumulem nas nossas artérias, há que tentar manter uns níveis equilibrados de colesterol no sangue, isto é, o nível de colesterol HDL alto e o colesterol LDL baixo.

Para esclarecer todas as dúvidas a este respeito, vamos agora explicar que tipos de colesterol há, a qual chamamos bom e a qual mau e como atua cada um deles. Também nomearemos alguns dos suplementos para baixar o colesterol mais efetivo e alguns conselhos eficazes para manter o colesterol nuns intervalos saudáveis.

Tipos de colesterol – Colesterol bom e Colesterol mau

Quando comemos um alimento, a gordura contida no mesmo chega também ao nosso organismo e este deve encarregar-se de digerir-la e transportar-la a diversos tecidos para que realize as suas funções. Mas este transporte não é fácil, já que as gorduras não são solúveis em água e a maior parte do nosso sangue é água. Por isso, para que as gorduras “circulem” pela corrente sanguínea devem misturar-se com substâncias que sejam solúveis em água como alguns fosfolípidos e proteínas.

Esta união dá lugar ao aparecimento de vários tipos de lipoproteínas que variam em composição, peso e função. De forma resumida, uma lipoproteína é um núcleo de gordura (insolúvel em água) que está rodeado de proteínas e fosfolípidos e que na parte exterior são hidrossolúveis.

Segundo a quantidade de proteínas que se unem e ao tipo de gordura que englobem, as lipoproteínas são mais ou menos pesadas.

A gordura tem menor densidade, pelo que quanto mais lípidos (gordura) haja em relação à quantidade de proteína ou fosfolípidos, a lipoproteína será menos pesada e será catalogada como de baixa densidade... As lipoproteínas de baixa densidade (LDL) são chamadas colesterol mau.

Oponente ao colesterol LDL, o colesterol HDL, está formado por lipoproteínas que têm maior densidade, recolhe o excesso de colesterol na sangue e mobiliza-o para o fígado. Portanto, o colesterol HDL é também chamado colesterol "bom".

De forma resumida, podem-se distinguir 4 tipos de lipoproteínas e todas elas são importantes, pois encarregam-se basicamente do transporte dos lípidos dentro do corpo; mas as mais importantes para a saúde são as lipoproteínas de alta densidade (high density lipoproteins HDL, pelas suas siglas em inglês ou colesterol “bom”) e as lipoproteínas de baixa densidade (low density lipoproteins LDL pelas siglas em inglês ou colesterol “mau”).

Colesterol mau – Lipoproteínas de baixa densidade

  • Estas lipoproteínas por si só não são nocivas para o organismo, o seu principal objetivo é mobilizar o colesterol aos tecidos do nosso corpo, mas um superavit do mesmo pode amontoar-se nas paredes de veias e artérias.
  • Têm muito mais gordura que proteínas
  • A gordura que possui pega-se à elastina das paredes venosas favorecendo a ateroesclerose

Colesterol bom – Lipoproteínas de alta densidade

  • Proporcionalmente contêm mais proteínas que gorduras.
  • As proteínas que possuem têm afinidade ao colesterol e gorduras que possam encontrar-se a circular no sangue, de tal maneira que, ao ir circulando pela corrente sanguínea, podem “varrer” o colesterol e as gorduras que se vão encontrando e mobilizar-las para o fígado, onde se processa e evita que os lípidos se amontoem nas paredes das veias e artérias provocando placas que pouco a pouco tapam as veias e artérias (arterioesclerose).
  • Favorecem a “mobilização do colesterol velho” para a criação de membranas celulares.
  • Em certo modo, são responsáveis de limpar o sistema circulatório das gorduras que estavam estancadas nas paredes das artérias e veias.

Conselhos para reduzir o colesterol

Para reduzir os níveis LDL e elevar o HDL temos que:

  • Reduzir o consumo de alimentos processados com alto conteúdo de gorduras saturadas e trans (bolos, pastelaria industrial e pré-cozinhados elaborados com óleos vegetais parcialmente hidrogenados -gorduras trans)
  • Reduzir o consumo de alguns alimentos ricos em gorduras de origem animal (queijos muito curados, embutidos, manteigas, etc).
  • Aumentar o consumo de gorduras de origem vegetal (azeite de oliveira, abacate, nozes, milho, amendoins, linhaça, etc)
  • Aumentar o consumo de fibra na nossa dieta (frutas, legumes, cereais, etc)
  • Fazer exercício, caminhar ou tentar fazer alguma atividade física a diário
  • Aumentar oconsumo de peixe ou produtos que tenham ácidos gordos ómega-3
  • Levar um controlo do nosso peso e manter-lo nuns níveis adequados ou baixar peso se é necessário.
  • Levar a cabo revisões médicas de maneira periódica onde se incluam análises de colesterol total e colesterol HDL e LDL. Nos casos onde os desequilíbrios das lipoproteínas se devam a fatores metabólicos ou genéticos, é o médico que deve pôr o tratamento adequado, para que somado às recomendações anteriores se alcancem os resultados esperados.

Produtos naturais para baixar o colesterol

Existem determinadas substâncias naturais, que pela sua própria composição são benéficas para ajudar a baixar os níveis de colesterol LDL e até elevar os níveis de HDL. Esta é uma lista com os melhores produtos para reduzir o colesterol:

  • Ómega-3 em cápsulas: Há suplementos alimentícios que aportam Ómega-3 de origem animal (como o óleo de bacalhau, óleo de salmão, óleo de krill) e de origem vegetal (como a linhaça, soja ou cânola). O ómega 3 forma parte das denominadas gorduras insaturadas que elevam o colesterol HDL e, portanto, reduzem o LDL. O ómega 3 ajuda a reduzir a hipertensão e é anti-inflamatório e antioxidante.
  • Arroz fermentado por levedura vermelha (Red Yeast Rice): Um dos melhores produtos contra o colesterol, totalmente natural rico num tipo de substância conhecida como monacolinas que têm a capacidade de inibir a síntese hepática de colesterol. Uma delas, a monacolina K, é a mais importante, já que supõe um poderoso bloqueador da HMG-CoA reductase também chamada lovastatina. O arroz de levedura vermelha ajuda a evitar que o colesterol se pegue e se acumule na parte interior dos vasos sanguíneos, algo que provoca a obstrução dos vasos sanguíneos e dá lugar à arteriosclerose.
  • Inositol: O inositol é outro produto natural que ajuda a reduzir o colesterol mau. É um orgânico, que no passado foi considerado como mais um da família das vitaminas do grupo B. Favorece a correta distribuição das gorduras e evita que o colesterol LDL se deposite no interior das paredes das veias e artérias.
  • Policosanol: O policosanol é um produto para o colesterol que supõe uma alternativa efetiva a muitos medicamentos com receita médica. É uma substância natural formada por uma mistura de álcoois gordos de cadeia longa (LCFA) que se extraem da cana de açúcar. Estes álcoois possuem grandes propriedades hipocolesterolemiantes, ou seja, reduz os níveis de colesterol total no sangue e os de colesterol «mau» ou LDL.
  • Lecitina de soja: Os fosfolípidos, como a lecitina de soja, evitam que o colesterol se deposite nas paredes arteriais e venosas. Extrato de alho: O alho é um “superalimento” com múltiplos benefícios para a saúde, entre eles, destaca o seu efeito vasodilatador que evita doenças de tipo cardiovascular. Mas, além disso, o alho é uma grande ajuda contra o colesterol LDL alto, o que redunda numa proteção adicional para a saúde cardiovascular.
  • Gugulipídeos: O guggul (Commiphora mukul), conhecida também como resina de guggul é outro dos produtos naturais para reduzir o colesterol mais efetivo que há. Contém umas substâncias conhecidas como guggulsteronas que trabalham sobre um recetor hormonal chamado Farnesoid X ou FXR implicado na conversão dos lípidos em ácidos biliares, a única forma na que o colesterol pode ser eliminado do organismo. O que faz estas substâncias naturais é favorecer essa conversão e como consequência, incrementar a degradação e excreção de colesterol e outras gorduras que circulem em excesso pela corrente sanguínea.
  • Niacina: A niacina forma parte das vitaminas do complexo B. O seu consumo em forma de suplemento alimentar pode ajudar a reduzir o colesterol LDL e outras gorduras no sangue como os triglicéridos.
  • Esteróis vegetais: Os esteróis e estanóis vegetais também chamados como fitoesteróis/fitoestanóis, são substâncias naturais presentes em doses reduzidas em muitos alimentos que compõem a nossa dieta diária: frutas, legumes e hortaliças, óleos vegetais, nozes e cereais. Os fitoesteróis, possuem uma estrutura parecida à do colesterol, mas o nosso corpo não pode absorver-los. Quando se aumenta o seu consumo, dentro de uma dieta equilibrada, os fitoesteróis evitam a absorção do colesterol no intestino humano, provocando uma descida nas concentrações de colesterol no sangue.
  A Carregar...